32 C
Rio Branco
16 abril, 2021 2:34 pm

Membro do Comitê da Covid-19 critica governo por abertura de igrejas no ‘lockdown’

POR LEANDRO CHAVES, DO CONTILNET

O promotor de Defesa da Saúde do Ministério Público do Acre (MPAC), Gláucio Oshiro, disse nesta quinta-feira (4), em entrevista ao Jornal do Acre, que vai dialogar com o governo para que as igrejas fechem as portas aos finais de semana, durante o chamado lockdown.

Inicialmente, o decreto que trata do fechamento de todas as atividades não essenciais aos sábados e domingos não permitia a abertura dos templos religiosos. Depois, a pedido do governador Gladson Cameli, o documento foi editado e garantiu às igrejas o funcionamento nos termos da bandeira vermelha em vigor, com 20% da capacidade.

Representante do MPAC no Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19, Oshiro rebateu a medida e afirmou que se o diálogo com o governo não surtir efeito providências judiciais deverão ser tomadas para fazer valer a versão mais restritiva do decreto.

“Todas as atividades não essenciais deveriam ser restritas e o funcionamento das atividades religiosas nos soa absolutamente incoerente. Se o poder público resolver retroceder à normalidade em relação ao funcionamento e à coerência, nos permitirá evitar soluções por intermédio do poder Judiciário”.

Oshiro diz não saber se a inclusão das igrejas na lista de espaços permitidos foi uma decisão do comitê do qual faz parte. Ele afirma ainda que não houve clareza suficiente em relação ao decreto, o que teria gerado “confusão” e “interpretações divergentes”.

Na quarta-feira (3), o secretário de Segurança Pública, Paulo Cézar dos Santos, foi a público dizer que a circulação de veículos, bicicletas e pedestres aos finais de semana estava proibida. Horas depois, o governo desmentiu a informação e esclareceu que apenas aglomerações em espaços públicos e atividades comerciais serão alvos da polícia aos sábados e domingos.

Nesta quinta (4), faltando apenas dois dias para o início do “lockdown” de dois dias, Gladson resolveu adiar a medida para o próximo final de semana.