32 C
Rio Branco
16 abril, 2021 2:54 pm

Parceria entre CNA e FAEAC garante mais de mil cestas básicas para produtores rurais

POR ASCOM

Na última terça-feira (2/3), o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Acre (FAEAC), Assuero Doca Veronez, participou de reunião na sede da Secretaria de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres (SEASDHM). O objetivo do encontro foi oficializar a entrega de 1.100 cestas básicas para auxiliar nas ações de apoio do Governo do Estado do Acre aos pequenos produtores rurais atingidos pelas enchentes.

Acompanhou o presidente da FAEAC o superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar – Acre), Mauro Marcello Gomes de Oliveira, e o secretário Edivan Maciel de Azevedo, titular da Secretaria de Estado de Produção e Agronegócio (SEPA), além do representante do Sindicato das Indústrias de Produtos Alimentares do Acre (Sepal), Adalberto José Moreto, que auxiliou na compra de itens da indústria alimentícia local para as cestas doadas.

Em meio à crise no estado do Acre, que envolve, além da pandemia do coronavírus, alagação de diversos municípios, epidemia de dengue e crise migratória dos haitianos, mais de 120 mil pessoas já foram afetadas de diversas maneiras, com famílias inteiras desabrigadas e pequenos produtores rurais com prejuízos incalculáveis às suas propriedades.

Diante deste cenário, a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), por decisão do presidente João Martins da Silva Junior, destinou as 1.100 cestas básicas para o Estado. O foco destas entregas são os produtores rurais que, devido ao prejuízo de suas propriedades, têm enfrentado necessidade até na alimentação. A entrega das cestas, que ficará a cargo da SEPA e da SEASDHM, terá início na próxima semana, quando serão definidas as quantidades para cada um dos 10 municípios que decretaram situação de emergência.

“Graças à CNA, pudemos trazer esta colaboração para ajudar com as ações do governo do Acre. Muitos produtores rurais ribeirinhos perderam suas produções e estão até com dificuldade para se alimentar. Se trata de um trabalho conjunto, incluindo nossos parceiros da Secretaria de Estado de Produção e Agricultura (SEPA), representada pelo secretário Edivan Maciel. A Federação espera conseguir minimizar a dor de quem está sofrendo neste momento de calamidade”, afirmou o presidente da FAEAC, Assuero Doca Veronez.

A secretária Ana Paula Lopes Lima, titular da SEASDHM, frisou a importância de união entre todos os setores para ajudar a população: “Essas ações são de extrema importância para apoio às vítimas, sendo que todas estas questões envolvem um grande esforço da parceria entre Governo do Estado, iniciativa privada e a sociedade civil. Estamos testemunhando grandes atos de solidariedade, recebendo doações e distribuindo para os necessitados. Nossa palavra todos os dias não poderia ser outra: gratidão”, disse Ana Paula.