22.3 C
Rio Branco
21 junho, 2021 3:08 pm

Policial declarado morto por tsunami que devastou a Ásia é achado vivo após mais de 16 anos

POR EXTRA

Um policial que foi declarado morto após a tsunami de 26 de dezembro 2004 foi encontrado vivo em um hospital psiquiátrico mais de 16 anos depois.

O terremoto seguido de tsunami no Oceano Índico matou cerca de 230 mil pessoas, tornando-se um dos maiores desastres naturais de todos os tempos. Indonésia, Tailândia, Mianmar, Malásia, Índia e Sri Lanka foram os países mais afetados, mas reflexos foram sentidos até na costa da África. Foram registradas mortes em 14 nações.

A família de Abrip Asep disse que o policial estava de plantão quando a tsunami atingiu a província de Aceh (Indonésia), uma das regiões mais devastadas.

Um parente, que não foi identificado, disse que só percebeu que Asep ainda estava vivo recentemente, depois que fotos foram compartilhadas em rede social.

“Eu não conseguia acreditar, quase 17 anos sem notícias e pensávamos que ele tinha falecido, não sabíamos que ele ainda estava vivo”, declarou.

Abrip Asep (de vermelho) foi identificado como sobrevivente da tsunami de 2004

A polícia local também confirmou que o homem encontrado no hospital psiquiátrico é Abrip, que foi dado como desaparecido durante a tsunami e posteriormente declarado morto. Muitos corpos de vítimas jamais foram recuperados.

Apesar de sofrer com problemas de saúde mental (não se sabe se eles têm relação com a tsunami) após o desastre, Asep voltou a morar com a sua família e está com boa saúde, de acordo com relatos da mídia local.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.