28 C
Rio Branco
6 maio, 2021 4:34 pm

Revoltado, Jon Jones pede para ser demitido do UFC

POR SUPER LUTAS

A boa relação de Jon Jones com a diretoria do Ultimate parece ter voltado à estaca zero. Irritado com as provocações feitas por Dana White após UFC 260, sugerindo que ‘Bones’ deveria temer Francis Ngannou, o norte-americano tem disparado contra a empresa nas redes sociais.

Nesta segunda-feira (29), a lenda chegou a pedir para ser dispensado, mas apagou as mensagens na sequência.

“Que tipo de merd* é essa? Obviamente, o chefe (Dana) me odeia. Me deixe fazer negócios em outro lugar”, escreveu Jon, no ‘Twitter’, em trecho divulgado pelo ‘MMA Fighting’.

Após o ultimato, Jones não parou por aí. Na preparação para sua estreia no peso pesado (até 120,2kg.), o ex-campeão da divisão até 93kg. seguiu argumentando sobre o fato de que seria mais feliz em outra companhia.

“Sinto que estão cortando minhas asas. (…) Juro que o UFC tem me dado depressão. Vocês deveriam preferir contar comigo ao invés de me tratar como lixo. Por favor, me demitam”, encerrou a lenda.

A confusão envolvendo o lutador e a diretoria do Ultimate, desta vez, começou depois que White ironizou uma possível superluta entre o norte-americano e o novo campeão dos pesados, Ngannou. Confirmado há alguns meses como desafiante ao vencedor do UFC 260, o discurso de Dana mudou imediatamente após a vitória brutal do franco-camaronês contra Stipe Miocic.

Na coletiva de imprensa após o show, White chegou a brincar com a situação, sugerindo que Jon migrasse para o peso médio (até 83,9kg.), ao invés de se submeter a um confronto contra o temido Francis. Ao saber da afirmação do mandatário, ‘Bones’ não demorou para se manifestar nas redes sociais.

Considerado por muitos como o melhor lutador de todos os tempos, Jones não luta desde fevereiro de 2020, quando defendeu seu antigo título pela última vez. Em agosto, o norte-americano oficializou seu desligamento da divisão e confirmou que estrearia nos pesados.

Desde então, o atleta vem exibindo sua evolução física para enfrentar de igual para igual uma das divisões mais perigosas do esporte.

J. Jones se manifesta contra o UFC no Twitter. Foto: Reprodução

 

J. Jones declarou guerra ao Ultimate. Foto: Reprodução

 

J. Jones afirma que estar no UFC é depressivo. Foto: Reprodução

 

A relação de J. Jones com o Ultimate piorou após o UFC 260. Foto: Reprodução

 

J. Jones pediu demissão, mas apagou a mensagem na sequência. Foto: Reprodução