21 C
Rio Branco
6 maio, 2021 9:41 pm

Acre perdeu cerca de R$ 500 milhões com saída ilegal de gados para Rondônia

A polícia civil já identificou as pessoas que comandam esse esquema e quais as rotas usadas para a passagem dos animais de forma ilegal

POR A TRIBUNA

Nos últimos 5 anos o Acre perdeu cerca de R$ 500 milhões com a saída de bezerros e gado adulto para Rondônia de forma ilegal sem pagar o ICMS. Esse dinheiro é a metade do orçamento da prefeitura de Rio Branco para 2021.

A secretaria de fazenda está de olho em pecuaristas e atravessadores da venda de gado e já ingressou várias ações de cobrança na Justiça. Tem ação na justiça que cobra de uma única pessoa R$ 30 milhões em impostos que deveriam ser pagos na hora em que o gado foi embarcado para Rondônia.

Todos esses animais saíram pela BR 364. O estado investiga se havia conivência dos fiscais no posto da Tucandeira, que fica próximo à divisa com Rondônia.

Tem ainda outra rota, para fugir da fiscalização e não passar pelo posto, os caminhões entram em ramais que ficam antes da Tucandeira e saem já em terras rondonienses.

Segundo o secretário de fazenda, Rômulo Grandidier, o último governo fechou os olhos para esse tipo de crime. “Foi um prejuízo muito grande para todas as esferas do estado, não só econômica, mas social principalmente. Foi dinheiro que deixou de entrar para obras e serviços, ainda bem que estamos acabando com essa prática apertando a fiscalização”, declarou.

Nesse primeiro momento a secretaria de fazenda pretende colocar um posto de fiscalização próximo a entrada de Acrelândia, distante 20 quilômetros da Tucandeira.

Segundo o secretário, o estado já conseguiu estancar 90% da passagem de gado para Rondônia sem o pagamento de impostos.

A polícia civil já identificou as pessoas que comandam esse esquema e quais as rotas usadas para a passagem dos animais de forma ilegal.

O governo do Acre estuda buscar fechar convênio com Rondônia para colocar um posto de fiscalização na ponte sobre o rio Madeira, assim não haveria como as quadrilhas buscarem rotas alternativas.