30 C
Rio Branco
6 maio, 2021 2:01 pm

Acre zera fila de espera para UTI, mas hospitais seguem com altas taxas de ocupação

Pronto-Socorro tem apenas quatro leitos vagos enquanto que o Into possui apenas dois

POR LEANDRO CHAVES, DO CONTILNET

A fila de espera para UTI por pessoas acometidas pela Covid-19 está zerada no Acre desde domingo (11), segundo boletim de assistência à saúde do governo do estado. No entanto, a situação ainda preocupa, uma vez que todos os hospitais públicos do estado estão com altas taxas de ocupação.

No Pronto-Socorro de Rio Branco, por exemplo, das 30 vagas disponíveis, 26 estão ocupadas. Já no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into-AC), só há dois leitos de terapia intensiva desocupados. Até sábado, o setor de UTIs das duas unidades de saúde estavam colapsados.

No Hospital Regional do Juruá, em Cruzeiro do Sul, a taxa de ocupação é de mais de 88%, com apenas três leitos vagos.

Das 111 pessoas internadas em uma UTI, 97 estão pelo SUS e 14 pela rede privada. Já as internações em enfermarias somam 226.

Mais de 1.350 pessoas já morreram de Covid-19 no Acre desde o início da pandemia, há pouco mais de um ano. O número de contaminados já passa dos 73 mil, o que representa mais de 8% de toda a população do Acre, sem contar os casos não testados.