18 C
Rio Branco
9 maio, 2021 7:36 am

“Ainda sinto muita dor”, diz Weidman após fratura chocante no UFC

Ainda na cama do hospital depois de passar por cirurgia, ele agradeceu o carinho dos fãs e afirmou que ficará oito meses sem andar

POR METRÓPOLES

Dois dias após sofrer uma chocante fratura na perna, o lutador Chris Weidman se pronunciou pela primeira vez.

Ainda na cama do hospital depois de passar por cirurgia, ele agradeceu o carinho dos fãs e afirmou que ficará oito meses sem andar.

Com o trauma recente, ele explicou como se sentiu. “Assim que eu caí no chão, eu vi o que havia acontecido com a minha perna, doía muito, e eu estava tentando colocar a minha cabeça no lugar. Agradeço à minha família, meus amigos e fãs. Tentarei responder à todas as mensagens o mais rápido possível. Não estou conseguindo mexer no telefone, ainda sinto muita dor. A cirurgia foi um sucesso, colocaram uma placa de titânio na minha tíbia. Também quebrei a minha fíbula”, afirmou Weidman.

Apesar das imagem assustadora no UFC 261, sábado (24/4), quando quebrou a perna numa tentativa de chute contra o rival Uriah Hall, ele espera se recuperar bem para poder voltar ao octógono. “Ainda quero voltar e manterei vocês atualizados sobre tudo da minha recuperação. Amo vocês e obrigado a todas as pessoas”, planeja o lutador.

Weidman sofreu lesão idêntica a do brasileiro Anderson Silva, em 2013. Por coincidência, o norte-americano era o rival do Spider na ocasião.