28 C
Rio Branco
6 maio, 2021 4:04 pm

Alan Rick e produtores rurais pedem providências ao ministro da Justiça contra invasões de terra

Na pauta, os conflitos agrários que acontecem nos limites do Acre, Rondônia e Amazonas.

POR ASCOM

O deputado federal Alan Rick (DEM), juntamente com o senador Marcos Rogério (DEM/RO), reuniram-se na tarde desta quarta-feira, 28, com o ministro da Justiça, Anderson Torres e o Secretário Nacional de Assuntos Fundiários Nabhan Garcia. Na pauta, os conflitos agrários que acontecem nos limites do Acre, Rondônia e Amazonas.
Também participaram da reunião o senador Sérgio Petecão (PSD/AC); o presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária, deputado Sérgio Souza (MDB/PR); deputados Mariana Carvalho, Lúcio Mosquini e Expedito Netto, de Rondônia; os produtores rurais Ricardo Leite, da fazenda Santa Carmém, invadida por milicianos; Sidney Zamora e Sidney Zamora Filho, da fazenda Palotina, ocupada a quatro anos, em Boca do Acre (AM); Fábio e Joaquim Medeiros da fazenda Filipinas, em Xapuri; Toninho Afonso da Fazenda Nossa Senhora Aparecida, de Chupinguaia (RO), e representantes do Ministério da Justiça.
Na oportunidade, Alan falou sobre a recente invasão da fazenda Santa Cármen, da família Leite, em Porto Velho (RO), ocorrido no dia 21 de abril, onde 40 homens fortemente armados açoitaram trabalhadores, destruíram casas, currais, atearam fogo em maquinários, destruíram edificações e desmataram uma área de reserva legal da localidade. “São milicianos travestidos de militantes de movimentos sociais, que invadem propriedades produtivas, ameaçando pessoas que trabalham honestamente. Desde 2018 venho denunciando esses conflitos”, disse.
Alan solicitou a instalação de uma base de apoio na ponta do Abunã a fim de evitar que novas invasões de terras ocorram naquela localidade. “Solicitei ao ministro a efetiva atuação da Polícia Federal em parceria com a Força Nacional e as polícias estaduais. Solicitei também a instalação de uma Base Policial na região da Ponta do Abunã para atuar preventivamente e ostensivamente contra novas invasões. Entreguei em mãos ao ministro um relatório com informações importantes para a efetiva atuação do ministério nesses casos”, pontuou.
O Senador Marcos Rogério destacou que os estados não estão conseguindo responder efetivamente às invasões de terras, havendo, portanto, a necessidade urgente da atuação do governo federal.
O produtor rural Ricardo Leite, que teve sua fazenda invadida, ao dispor da palavra, disse ser inadmissível as invasões. “Uma vida toda de trabalho destruída por bandidos que atacaram trabalhadores e destruíram a propriedade”.
O produtor rural Sidney Zamora se emocionou ao relembrar que já convive com sua fazenda invadida há quatro anos. “É um absurdo que os invasores façam o desmatamento e os produtores rurais estejam respondendo criminalmente por isso, pois além de terem suas propriedades invadidas ainda respondem pelos crimes ambientais dos bandidos”.

Por fim, o Ministro Anderson se manifestou de maneira firme agradecendo a vinda da comitiva e declarou apoio aos produtores quanto uma resposta efetiva. Disse ainda que as invasões são orquestradas para prejudicar o governo federal. Afirmou também que os produtores podem contar com o ministério para uma resposta efetiva.