31.3 C
Rio Branco
18 maio, 2021 12:34 pm

‘Big Brother pornô’ tem cachê maior que o da Globo e ex de Raíssa Barbosa

Reality contou com provas e convivência 24 horas entre os oito participantes, com direito a muitas cenas calientes

POR EM OFF, IG

Uma produtora de filmes eróticos gay resolveu aproveitar o sucesso do BBB21 e desenvolver uma versão própria do reality show da Globo.

A diferença é que, além de mostrar a convivência dos participantes, a atração também conta com cenas de sexo explícito.

A versão liberal do reality conta com oito participantes que precisam, assim como no BBB, realizar provas, participar de votações do público e viverem sob um mesmo teto.

Aqui, no entanto, o sexo é mais do que liberado. O prêmio em dinheiro é o grande objetivo da versão gay do grande sucesso Big Brother Brasil.

Idealizado por Eduardo Albuquerque, dono de uma produtora de filmes eróticos gays, a Irmãos Dotados, o programa ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter durante seis dias. Ele explicou de onde partiu a ideia de realizar o reality:

“Sempre tive curiosidade de como seria um reality pornô liberal, em que as pessoas pudessem interagir sexualmente, e não somente passar por provas ou diálogos. Já faz mais de um ano que fui pensando, dando maturidade para essa ideia de fazer esse reality 100% liberal e colocar os atores numa casa para que as pessoas pudessem acompanhar a rotina deles e algumas provas de sexo”, explicou em entrevista para o Notícias da TV.

Eduardo contou também que idealizou tudo em cinco dias, pensando também em convidar garotos que precisavam do dinheiro, já que muitos também são garotos de programa e viram seu rendimento cair com a pandemia de Covid-19:

“Aproveitei esse momento de pandemia, em que as coisas estão mais reclusas, e o potencial da Irmãos Dotados. Foi tudo muito rápido, viabilizei tudo em somente cinco dias. Tinha tudo idealizado na mente, mas não havia nada escrito. Tive cinco dias pra montar tudo, falar com os atores, fazer testes de Covid-19”, explicou.

O casting do programa foi formado por atores da propria Garotos Dotados, e dentre os mais famosos estão Victor Ferraz e Leicy LuccoVictor, que já namorou a ex-Fazenda 12 Raíssa Barbosa, se diz hétero, mas que trabalha no nicho gay por dinheiro.

 Lucco, homossexual assumido, foi dançarino por muitos anos na Banda Calypso ao lado de Joelma, mas, ao sair, decidiu se aventurar no mundo pornô.

A dinâmica consiste nos participantes passarem seis dias confinados, realizando provas e convivendo entre si.

As horas gratuitas eram disponibilizadas das 08h as 22h, o período restante era disponibilizado apenas para assinantes e era nesse momento que as cenas mais picantes aconteciam.

O ganhador recebeu um prêmio de R$10 mil e os eliminados receberam uma quantia referente a quantidade de dias nos quais ficaram confinados.

Os valores superaram os cachês que ganharam os já eliminados do Big Brother Brasil, mas Eduardo não quis informar os valores.

“Teve gente que quis comprar cota, patrocinar [o reality]. Uma pessoa que tinha ligação com um canal queria comprar a ideia ou fazer em parceria. Mas eu queria fortalecer a marca da minha produtora e o meu nome. A gente aproveitou pra subir hashtags [nas redes sociais], e foi essencial para atrair maior número de assinantes. Não visei apenas financeiramente, mas sim a projeção. Não fiz apenas pensando lucro”, explicou Eduardo.

Os participantes tinham que votar entre si para decidir quem iria para o “armário”, então o público decidia quem sairia do reality. O vencedor foi o ator Atlas Xavier, que fez campanha para eliminar os atores heterossexuais.

O sucesso foi tão grande que a segunda temporada já está sendo planejada para ocorrer ainda esse ano, em outubro.

Eduardo afirma que será um elenco diferente e que pretende juntar famosos com anônimos. Ao falar sobre quais requisitos o participante precisa cumprir para participar, Eduardo diz: “O principal é que a pessoa não tenha pudor. Isso é o principal”, disse.

E ai, você teria coragem de participar?