19.3 C
Rio Branco
28 junho 2022 3:12 am

Bittar se solidariza com pecuarista Ricardo Leite após invasão em fazenda

Senador diz que invasores de fazenda violaram o princípio da propriedade privada e que são bandoleiros

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

Última atualização em 23/04/2021 15:23

O senador Márcio Bittar (MDB-AC) manifestou-se, na tarde desta sexta-feira (23), em Brasília, sobre a invasão à fazenda do empresário e pecuarista Ricardo leite, o Rico, localizada na região de Vista Alegre do Abunã, no território do Estado de Rondônia, próximo à fronteira com o Acre.

A invasão ocorreu na tarde de quinta-feira, quando um grupo de aproximadamente 40 anos, se apresentando como dissidentes do Movimento Sem-Terra, saqueou a propriedade e agrediu os empregados que tentaram alguma reação.

Informado do fato, Marcio Bittar se solidarizou com o Ricardo Leite, lembrando que a família do empresário investe praticamente tudo o que ganha no Acre. “Quero me colocar à disposição da polícia de Rondônia para, aqui em Brasília, ajudar a por esses bandidos na cadeia”, afirmou o senador.

Bittar disse que os invasores são, na verdade, bandoleiros que usam o discurso da reivindicação social por reforma agrária para violar o direito à propriedade, “consagrado pela Constituição brasileira”. De acordo com o senador, “fruto do suor e trabalho das famílias, a propriedade privada tem que ser protegida pelo Estado”.  Acredito – disse Márcio Bittar – “na segurança e na justiça das autoridades de Rondônia e do Acre, que não vão permitir que pais e mães de família estejam à mercê do crime organizado disfarçado de movimento político! Temos que intervir pra evitar novos casos! Estou a disposição para reprimir qualquer tentativa de bandidos tirarem nossa paz”.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.089 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.