26 C
Rio Branco
17 abril, 2021 8:54 am

Corpo de Bombeiros Militar do Acre completa 47 anos

POR SECOM

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Acre (CBMAC) completou no domingo, 4 , 47 anos de existência. Uma história marcada por muitas lutas e conquistas, buscando melhor atender a população acreana. Atualmente, com cerca de 467 militares na ativa, o CBMAC está presente em sete municípios do estado: Rio Branco, Epitaciolândia, Cruzeiro do Sul, Sena Madureira, Tarauacá, Feijó e Xapuri, contando com nove unidades operacionais e três administrativas.

Para o comandante-geral do CBMAC, coronel Carlos Batista, a data é de suma importância não só para a corporação, mas para a população acreana, em ter ao longo 47 anos uma instituição que cresceu e se tornou uma  referência em nosso país, principalmente nos serviços prestados à comunidade. “É um grande orgulho comandar esta corporação que tanto cresceu ao longo de sua existência, tornando-se uma referências em resgate, salvamento, combate aos incêndios estruturais e florestais, mergulho, trabalhos de prevenção, vistorias, palestras em escolas, aeroportos, e em outras atividades de defesa civil, quer seja nas inundações ou outros grandes desafios que afetam o nosso estado”, destacou o comandante.

Ação de combate à incêndio por equipes do Bombeiros. Foto: Arquivo Ascom/CBMAC

No último ano, a corporação atendeu um total de 24.287 ocorrências, em que foi necessária a atuação das equipes, além das situações resolvidas por orientações via telefone e apoio a outros órgãos.  Nesse universo de ocorrências atendidas, estão desde busca em mergulho, salvamento terrestre, veicular e aquático, atividades de defesa civil, incêndio em vegetação, residencial e veicular e captura e controle de insetos, entre outras. Além disso, o trabalho preventivo realizado influencia diretamente o número de ocorrências, que poderia ser bem maior.

No último ano, a corporação atendeu um total de 24.287 ocorrências Foto: Arquivo Ascom/CBMAC.

A profissão de bombeiro militar requer muita capacidade, habilidades e competências, além do preparo físico dos guerreiros e guerreiras da corporação para atender com excelência a sociedade. “Nossa vida é lutar pelo bem-estar da sociedade, quer seja no incêndio, quer seja no salvamento, mesmo que para isso tenhamos que colocar em risco as nossas próprias vidas. A nossa profissão é um desafio diário e nosso compromisso é sempre manter o atendimento de excelência, sendo que o governo do Estado tem investido bastante em nossa instituição para garantir o padrão do Corpo de Bombeiros Militar, na melhor resposta àqueles que precisam”, pontuou o coronel Batista.

Corporação também atua na auxílio a resgate em acidentes. Foto: Arquivo Ascom/CBMAC

A história do CBMAC

A instituição teve sua criação organizacional por meio da lei complementar nº 02, de 4 de abril de 1974, que dispõe que: “O Corpo de Bombeiros da Polícia Militar será assim organizado: Comando e Unidades Operacionais”. Naquela oportunidade, composto por policiais militares, formando dentro da Polícia Militar um pelotão para combate a incêndios. Assim permaneceu até 18 de dezembro de 1991, quando se emancipou da Polícia Militar.

O CBMAC tem como missão promover, por meio de seus integrantes, equipamentos, viaturas, e ainda, inseridos em uma diversificada gama de atividades, a tranquilidade e a incolumidade da população que estejam, devido a fatores adversos, em iminente risco de vida. Preservar o meio ambiente, fauna, flora, bens e haveres que tenham sua integridade e situação de normalidade ameaçados ou afetados.

Projetos

Além das atividades diárias, inerentes ao serviço bombeiro militar, a corporação ainda atua em ações comunitárias por meio dos Projetos Educacional Bombeiro Mirim e Nadando com o Corpo de Bombeiros.

Nadando com o Corpo de Bombeiros

O projeto foi implantado em 2015, objetivando a promoção da atividade física à comunidade, com oferta de atividades de hidroginástica para idosos e pessoas com necessidades especiais, atendendo cerca de três mil pessoas por ano.

Bombeiro Mirim

Representantes do Projeto Bombeiro Mirim durante desfile. Foto: Arquivo Ascom/CBMAC

Implantado no ano de 2010, o projeto é um dos mais importantes projetos sociais do Corpo de Bombeiros, já atendeu mais de oito mil famílias no Estado do Acre, visando o resgate de valores cívicos e familiares, levando à população jovem noções de civismo e respeito a todos.

Colégio Militar Dom Pedro II

O Colégio Militar Dom Pedro II é uma das escolas militares do Estado do Acre sob o comando do Corpo de Bombeiros, em parceria com a Secretaria de Educação, e tem como missão “construir o cidadão do futuro”. Com atuação desde 2018, o Colégio vem se destacando em seus resultados escolares, com nota 5,9 alcançada no Índice de desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), principal indicador de qualidade de ensino básico no Brasil, superando a média nacional no ensino fundamental II.

O Colégio Militar Dom Pedro II é uma das escolas militares do Estado do Acre, sob o comando do Corpo de Bombeiros, em parceria com a Secretaria de Educação Foto: Arquivo Ascom/CBMAC

Em meio à pandemia, a escola implantou ações fundamentais desenvolvidas para continuar mantendo a qualidade de ensino. Mesmo a distância, as equipes pedagógicas criaram mecanismos de aproximar os alunos e manter o elo com a comunidade escolar. Com todo o planejamento e inovação, o índice de evasão foi quase nulo e a aceitabilidade da metodologia de ensino adotada após o início da pandemia chega a 97%, graças à busca ativa feita pela equipe gestora.

Da criação à atualidade

Governador Gladson Cameli e coronel Batista, comandante-geral do CBMAC, sempre trabalhando em conjunto. Foto: Arquivo Ascom/CBMAC

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado está cada vez mais empenhado em oferecer o melhor e aprimorar o atendimento de forma organizada e padronizada, diminuindo os prejuízos aos solicitantes e os riscos a que os militares estão expostos.

O coronel Batista reconhece ainda a grande contribuição de todos os militares que passaram pela instituição e que hoje estão na reserva remunerada. “Temos uma grande responsabilidade em manter o nível do reconhecimento que vem das gerações do passado e externo a minha gratidão a todos aqueles que passaram pelo Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Acre, deram a sua contribuição, deixaram o seu legado para construirmos a corporação que somos hoje”, declarou o comandante-geral.

“Agradeço a todo apoio do governo do Estado, a todos os militares do Corpo de Bombeiros Militar da ativa e da reserva, os reformados, os funcionários civis, a todos aqueles que formam a grande família Corpo de Bombeiros Militar, a cada um a minha continência e a certeza de que dias melhores virão”, afirmou o coronel Batista.

Após 47 anos, a corporação continua servindo a população acreana, com todo vigor, mesmo diante do cenário vivido no último ano de enfrentamento à pandemia da Covid-19. Uma instituição busca honrar diariamente a sua maior missão: vidas alheias, riquezas salvar.