26 C
Rio Branco
17 abril, 2021 9:19 am

Covid: todo AC permanece em bandeira vermelha

A Regional Juruá/Tarauacá/Envira mostrou redução de 3% no índice de ocupação da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 17% nos leitos comuns

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

Em reunião no início da noite desta segunda-feira (5), o Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19 no Acre anunciou que todas as regionais permanecem em bandeira vermelha.

O Alto Acre (Assis Brasil, Brasileia, Epitaciolândia e Xapuri) e o Baixo Acre/Regional Purus (Acrelândia, Bujari, Capixaba, Jordão, Manoel Urbano, Plácido de Castro, Porto Acre, Rio Branco, Santa Rosa do Purus, Sena Madureira e Senador Guiomard) ainda estão no nível de emergência, por conta da quantidade de casos de coronavírus, novas mortes e internações pela doença.

De acordo com o secretário Alysson Bestene, a situação da regional, especificamente, é muito crítica e demanda ainda mais o cuidado da população com relação às medidas necessárias para combater o vírus, como o isolamento social, o uso de máscaras e a higienização das mãos.

A Regional Juruá/Tarauacá/Envira (Cruzeiro do Sul, Feijó, Mâncio Lima, Marechal Thaumaturgo, Porto Walter, Rodrigues Alves e Tarauacá) também ficou na fase de emergência, com aumento de 31% no número de casos, mas mostrou redução de 3% no índice de ocupação da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 17% nos leitos comuns.

A avaliação do comitê leva em consideração sete fatores: índice de isolamento social; índice de notificações por síndrome gripal; índice de internação por síndrome gripal; índice de novos casos por síndrome gripal Covid-19; índice de óbitos por Covid-19; ocupação de leitos clínicos – Covid-19 e ocupação de UTIs Covid-19. Esses fatores são avaliados por porcentagem – exceto os óbitos que tiveram uma mudança na avaliação em dezembro do ano passado – em que o comitê faz a somatória e atribui uma nota a cada região.