26 C
Rio Branco
17 abril, 2021 10:28 am

Culto presencial: padre Massimo diz que essencial é doar alimentos a quem precisa

O post do padre recebeu inúmeras reações, comentários de apoio e compartilhamentos

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

Responsável por inúmeras obras sociais em Rio Branco, o padre da Diocese de Rio Branco, Massimo Lombardi, resolveu se manifestar a respeito da polêmica envolvendo cultos religiosos presenciais durante a pandemia do novo coronavírus.

O assunto repercutiu ainda mais depois que o ministro Kássio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu monocraticamente liberar as celebrações durante a pandemia sem a interferência de Estados e Municípios.

“Para uma igreja em pandemia, o essencial não é culto ou missa presencial, mas sim a distribuição de alimentos para os que disso precisarem”, comentou o sacerdote em seu perfil no Facebook.

O posicionamento foi postado com uma foto de um projeto de distribuição de sopas para famílias carentes da Cidade do Povo, no qual Massimo está inserido e coloca todo seu engajamento.

O post do padre recebeu inúmeras reações, comentários de apoio e compartilhamentos.

Funcionamento de igrejas no Acre

A partir da decisão da Corte Suprema, mesmo em bandeira vermelha, o Acre deverá aumentar a capacidade máxima de público nos templos de 20% para 25%, de acordo com o procurador-geral João Paulo Setti Aguiar.