30 C
Rio Branco
6 maio, 2021 2:58 pm

Demora da PM favoreceu criminosos, diz filha de pastor assassinado no AC

Idoso foi morto a tiros durante assalto na Estrada Transacreana

POR MARCOS DIONE, DO CONTILNET

Criminosos fortemente armados realizaram um arrastão na noite de sexta-feira (9) na altura do km 70 da AC-90, mais conhecida com Estrada Transacreana. Várias pessoas foram feitas reféns pela quadrilha de assaltantes que durante a fuga mataram um idoso que retornava da igreja.

A vítima do latrocínio foi o pastor evangélico Raimundo Costa, de 62 anos, bastante conhecido e querido naquela região, ele foi morto a tiros. A filha dele, a estudante Carol Costa, acredita que a demora da Polícia Militar pode ter favorecido os criminosos. Ela se diz revoltada com a ineficiência da segurança pública.

Idoso morto durante ataque criminoso/Foto: Reprodução

“Liguei várias vezes pro 190, disse que estavam assaltando a casa do meu pai e ficaram enrolando dizendo que se tratava da mesma ocorrência das 25 pessoas reféns. Demoraram mais de 3 horas para ir, e os criminosos mataram meu pai. Deixo aqui minha indignação pela nossa segurança pública, onde quem manda é bandido”, relatou a jovem em um post no Facebook.

Jovem fez desabafo na internet/imagem: Reprodução

Carol diz, ainda, que marcou o horário da primeira chamada realizada ao Centro Integrado em Operações de Segurança Pública (Ciosp). “Detalhe, a Polícia Militar foi aparecer às 23 horas, sendo que a minha primeira ligação foi 19:30h”, concluiu.

Apenas um integrante do grupo criminoso foi preso. O assaltante foi levado à Delegacia de Flagrantes (Defla), porém, curiosamente, os policiais não permitiram que a imprensa registrasse a chegada do homem à delegacia. Os outros comparsas fugiram e não foi presos.

Procurada pela reportagem, a assessoria da PM/AC não se pronunciou até a publicação desta matéria.