22 C
Rio Branco
16 maio, 2021 3:10 am

Deputado compara secretário de Saúde Frank Lima a Pazuello: “Negacionistas”

Edvaldo Magalhães disse, em tom irônico, que o futuro reserva aos dois "um bom lugar na história"

POR LEANDRO CHAVES, DO CONTILNET

Flagrado neste domingo (25) caminhando sem máscara no Parque do Tucumã em plena pandemia de Covid-19, o secretário de Saúde de Rio Branco, Frank Lima, foi chamado de “negacionista” pelo deputado estadual Edvaldo Magalhães (PCdoB).

O parlamentar usou as suas redes sociais para criticar a conduta do gestor, que vai contra as recomendações de médicos e especialistas em saúde pública. Ele comparou Lima ao ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, que também foi visto sem proteção facial em um shopping de Manaus.

“Ambos são negacionista, compraram e abasteceram unidades com cloroquina e o comportamento público em plena pandemia, igual. O futuro também os reserva um bom lugar na história…”, ironizou Magalhães.

O gestor municipal e o prefeito Tião Bocalom (Progressistas) têm sido questionados após anunciarem a compra de cloroquina e ivermectina para tratamento precoce contra o coronavírus. Os medicamentos não têm eficária comprovada para Covid-19 e vêm sendo questionados por cientistas em todo o mundo.

Além disso, estudos concluíram que o uso indiscriminado das duas drogas tem provocado intoxicações no fígado e nos rins de diversos pacientes, o que tem agravado os quadros de Covid-19 nessas pessoas.

Na semana passada, Bocalom chegou a dizer, na frente de todo o secretariado e de cinco vereadores, que não irá baixar a cabeça em relação ao tratamento precoce com os dois remédios, que, segundo os próprios fabricantes, não funcionam contra o coronavírus.