21.3 C
Rio Branco
22 maio 2022 11:50 pm

Edvaldo apresenta PL que permite contratação de médicos formados no exterior

Na justificativa do projeto, o deputado disse que a medida visa suprir a deficiência de profissionais médicos no Estado e nos 22 municípios

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

Última atualização em 27/04/2021 14:55

Projeto de lei apresentado na sessão remota da Assembleia Legislativa do estado do Acre (Aleac) desta terça-feira (27), pelo deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB), permite a contratação de médicos brasileiros formados no exterior, e que tenham atuado no Programa Mais Médicos ou que atuem no Médicos Pelo Brasil. Na justificativa do projeto, o deputado disse que a medida visa suprir a deficiência de profissionais médicos no Estado e nos 22 municípios, durante o período de emergência em saúde púbica por conta da covid-19.

O projeto também não exclui a contratação de estrangeiros que tenham atuado no Programa do governo federal. Ainda de acordo com a proposta, se aprovado e sancionado, o governo do Estado, com o apoio Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) e do Comitê Acre Sem Covid, regulamentará a nova lei.

Edvaldo Magalhães disse que estes profissionais “possuem experiência e conhecimento prático e teórico sobre o nosso Sistema Único de Saúde – SUS e estão preparados para atuar junto às unidades de saúde responsáveis pelo atendimento dos acreanos infectados pelo novo coronavírus”. O parlamentar também lembrou que o Acre, principalmente as prefeituras, “carece de mão de obra qualificada para atender esse grupo e precisa de toda e qualquer ajuda possível para que tenhamos redução nesses números que diariamente aterrorizam nossa população”.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 5.934 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.