23 C
Rio Branco
6 maio, 2021 7:11 pm

Ex-gestora do IDM é condenada a devolver quase R$ 4 milhões por irregularidades

Ela deve devolver aos cofres públicos um montante no valor de R$ 3.149.310,62, devidamente atualizado, com acréscimo de 1%

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) condenou nesta segunda-feira (26) a ex-gestora do Instituto de Desenvolvimento da Educação Profissional Dom Moacyr Grechi, Maria Rita Paro de Lima.

O órgão encontrou irregularidades nas prestações de contas do exercício de 2018.

O TCE apontou que houve ausência de comprovação de regularidade em pagamentos de prestação contas de três empresas e duas cooperativas que prestaram serviço ao instituto.

Ela deve devolver aos cofres públicos um montante no valor de R$ 3.149.310,62, devidamente atualizado, com acréscimo de 1%.

A relatora do caso é a conselheira Dulcinéa Benício de Araújo. A decisão foi enviada também ao atual gestor, para que tome conhecimento.