16 C
Rio Branco
7 maio, 2021 6:48 am

Ex-senador Aníbal Diniz sofre infarto em Brasília após caminhada de 12 km

Atleta de corridas pedestres se viu com ameaça de obstrução em mais de 90% de uma veia coronária

POR TIÃO MAIA, DO CONTILNET

O coração que bate no peito faz 58 anos do jornalista e historiador Aníbal Diniz, ex- secretário de Estado de Comunicação e ex-senador da República, assustou o homem forte dos governos da era petistas que governou o Acre por 20 anos.

Integrante da Anatel (Agência de Telecomunicações) e vivendo em Brasília faz dez anos, o paranaense de Campo Mourão que adotou o Acre como sua terra de referência, um atleta regular de corridas pedestres na Capital Federal, se viu, enfim, com ameaça de obstrução em mais de 90% de uma veia coronária. Um infarto à vista.

O contratempo e o susto foram revelados pelo próprio Aníbal Diniz a seus amigos em redes sociais, nesta semana. Ele revelou que, no último domingo, 18 de abril, após correr mais de 12 km numa maratona, foi fazer uma consulta de rotina, 24 horas após a corrida, na qual, diz ele, não sentiu nada, como de costume.

Ocorre que, na clínica, após o exames, havia detectado ente 70 a 99 de obstrução em duas artérias do coração. O jornalista e atleta semi-profissional, então, questionou os médicos: “como, se eu corri 12 quilômetros e não senti nada!”.

Os médicos o acalmaram informando que isso acontece inclusive com atletas profissionais. Para Aníbal Diniz, o que seria uma consulta de rotina, acabou por se transformar numa internação para um cateterismo e colocação de recursos técnicos capazes de desobstrução do coração do velho jornalista.

Aníbal Diniz já está em Brasília e se apresenta como um exemplo vivo da necessidade regular de exames e da prática de esportes para ajudar a salvar vida. Ele esta convencido de que, sem as corridas pedestres, poderia ter sido surpreendido por um infarto fulminante.