26 C
Rio Branco
17 abril, 2021 9:48 am

Há 125 anos, Atenas recebia primeira Olimpíada: veja 5 curiosidades

Edição inaugural dos Jogos da Era Moderna teve início no dia 6 de abril de 1896. Estreia da maratona no programa e provas de natação em águas abertas foram alguns dos destaques

POR G1

Há exatos 125 anos, no dia 6 de abril de 1896, começava em Atenas a disputa da primeira Olimpíada da Era Moderna, dois anos após a fundação do Comitê Olímpico Internacional por Pierre de Coubertin.

A intenção do criador dos Jogos era que a competição inaugural acontecesse em Paris, mas em homenagem aos Jogos Olímpicos da Antiguidade, a Grécia foi escolhida como sede.

Ficou acertado, então, que a capital francesa receberia a edição seguinte do evento, em 1900, junto com a histórica Exposição Universal que apresentaria ao mundo o movimento Art Nouveau.

#OnThisDay in 1896, Athens held the first modern day Olympic Games!#StrongerTogetherpic.twitter.com/2fJ1bawz33

— April 6, 2021
Considerada um empreendimento impressionante para os padrões da época, a Olimpíada de 1896 reuniu cerca de 200 atletas de 14 países.

Confira outras cinco curiosidades sobre a primeira edição do evento que ditou os rumos do esporte:

1. Estreia da maratona

Atenas foi palco da primeira maratona olímpica, vencida pelo grego Spyridon “Spyros” Louis, que imediatamente se tornou herói nacional.

Um detalhe: Louis não havia vencido a seletiva de seu país, ficando apenas em quinto lugar.

Nas primeiras edições, não havia distância definida para a maratona, com a maioria das corridas ficando em torno de 40km ou 25 milhas de extensão.

A padronização para os atuais 42,195 km (26,2 milhas) seria estabelecida em 1921, com base no percurso dos Jogos Olímpicos de Londres 1908, estendido para que a chegada acontecesse em frente ao camarote real.

2. Pista e largada diferentes

As provas de velocidade do atletismo foram realizadas em uma estreita pista oval no Estádio Panatenaico, e o desenho se mostrou negativo para os tempos.

Na época dos Jogos, o melhor tempo nos 100m era de 10,8 segundos, mas o vencedor das Olimpíadas, Thomas Burke, completou a final em 12,0s.

Curiosamente, Burke foi o único dos atletas a partir de uma posição agachada, com um joelho no chão, semelhante à que os atletas usam hoje. Burke também venceria os 400m.

Atletismo no Estádio Panatenaico, em Atenas 1986 — Foto: Olympic Channel

3. Natação em águas abertas

Todos os quatro eventos de natação – 100m livre, 500m livre, 1200m livre e marinheiros livre – foram realizados em águas abertas, no Mar Mediterrâneo.

Alfréd Hajós, da Hungria, foi o destaque da competição, vencendo os 100m e 1200m nas águas geladas da Baía de Zea.

As provas de natação aconteceram em águas abertas em pelo menos mais três Olimpíadas – no Sena em Paris 1900, num lago artificial em St Louis 1904 e no Porto de Estocolmo em 1912. A disputa virou uma disciplina olímpica em Pequim 2008, quando aconteceram as duas primeiras maratonas de 10 km.

4. Prata para os campeões

Por incrível que pareça, os vencedores de cada prova de Atenas não receberam medalhas de ouro, mas sim de prata, além de um ramo de oliveira.

Os segundos colocados foram premiados com medalhas de cobre e ramos de louro.

As medalhas de ouro, prata e bronze para os três primeiros colocados em cada evento foram introduzidas na terceira Olimpíada moderna, em St Louis 1904.

5. Primeiro Hino Olímpico

Nas primeiras edições dos Jogos da Era Moderna, cada comitê organizador criava sua própria música-tema.

Spiros Samaras e Kostis Palamas escreveram o primeiro Hino Olímpico para Atenas 1896 e ele foi escolhido pelo presidente inaugural do COI, Demetrius Vikelas.

Nos 60 anos seguintes, cada edição usou uma música própria, até que em 1958 o COI decidiu adotar a a composição de Samaras e Palamas como o Hino Olímpico oficial.