21 C
Rio Branco
10 maio, 2021 3:24 am

Mais de R$5 bi aplicados em 2020 no agronegócio sustentável da Amazônia

Grande parte deste crescimento deve-se às facilidades trazidas pelo Banco

POR ASCOM BASA

O Banco da Amazônia bateu um novo recorde na aplicação de crédito na Amazônia Legal. Somente em 2020, foram mais de R$11 bilhões investidos em projetos da região. E, desse montante, o banco aplicou R$5,3 bilhões para o setor do agronegócio.

Grande parte deste crescimento deve-se às facilidades trazidas pelo Banco, a força do agronegócio na região e maior agilidade para acesso ao crédito estreitando a relação produtor-banco.
O superintendente regional do Acre, José Luís Cordeiro, explica que o agronegócio nos últimos anos vem sido impulsionado por conta da segurança alimentar que é responsável pela cadeia do mundo todo. “O Brasil hoje é um dos maiores exportadores de grãos do mundo. Então isso encabeça a nossa responsabilidade no fomento à produção de alimentos a nível regional”.

O investimento em tecnologia e simplificação do processo de crédito fez com que os agricultores e pecuaristas, pequenos ou grandes, passassem a ter a possibilidade de solicitar créditos de custeio ou investimento de forma bem ágil e visando atender o cliente no seu tempo.

Para o superintendente José Cordeiro, o crédito rural do agronegócio é um crédito substancial para a cadeira produtiva do estado do acre, o qual representa mais de 50% do total aplicado pelo banco anualmente e com perspectiva de aumento. “A cadeia produtiva do agronegócio envolvem o campo, a Indústria e o segmento de logística”, explica.

O produtor rural de Rio Branco – AC, Luís Afonso, afirma que antes do recurso seu negócio era extremamente reduzido, não tinha empregados e basicamente não tinha renda por mês. Após o financiamento, ele conseguiu para a empresa dele máquinas, empregados, expandiu a propriedade e comprou gado. “Construí toda a infraestrutura que é essencial para o meu empreendimento”, conclui.

O Banco disponibilizou ainda o acesso ao crédito para agricultores do PRONAF diretamente pelo aplicativo Basa Digital, cujo aplicativo permite o produtor ser atendido em sua propriedade, enviado pela plataforma todos os documentos necessários para análise e aprovação de sua proposta.

Para o produtor rural que não se enquadra nas linhas do PRONAF, o processo está simplificado: o produtor irá à agência somente para assinar seu contrato. Caso ainda não seja cliente, ele inicia o relacionamento com o Banco realizando seu cadastro e processo de abertura de conta pelo aplicativo Sua Conta BASA.

SERVIÇO:
Os interessados em adquirir os financiamentos do BASA podem acessar o site da instituição (www.bancoamazonia.com.br) e ver as linhas que melhor se adequam às suas necessidades ou ir à agência mais próxima e conversar com um gerente.