23 C
Rio Branco
6 maio, 2021 8:57 pm

Mesmo recepcionando Gladson no Progressistas, Bocalom diz que prefere não falar sobre 2022

“Gladson nunca saiu do Progressistas. Apenas se afastou por um tempo para cuidar de outro projeto. Que bom que está de volta”, disse o prefeito

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

Mesmo Gladson Cameli retornando ao Progressistas nesta segunda-feira (12), depois de 8 meses afastado, ele ainda não está definido como o candidato do prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, nas eleições de 2022.

Em entrevista ao ContilNet, na sede do partido, Bocalom disse que prefere não se manifestar sobre o assunto, mas que vê com bons olhos o retorno do chefe do executivo.

“Gladson nunca saiu do Progressistas. Apenas se afastou por um tempo para cuidar de outro projeto. Que bom que está de volta”, disse o prefeito da capital acreana.

“Sobre o cenário de 2022, não quero falar sobre isso agora. Eu quero trabalhar por Rio Branco, pois fui eleito para isso”, continuou.

Bocalom foi um dos políticos que recepcionaram Gladson durante evento na sede do Progressistas.

Cameli apoiou nas eleições municipais de 2020 a adversária de Bocalom, a ex-prefeita Socorro Neri (PSB), mas logo que o gestor assumiu a prefeitura em 2021, ele se colocou à disposição para ajudá-lo no que fosse possível.

Especulações dão conta de que o senador Sérgio Petecão (PSD) – um dos principais apoiadores de Bocalom no último pleito e esposo da vice-prefeita Marfisa Galvão – pode enfrentar Gladson na disputa pelo governo – o que poderia deixar o atual prefeito em uma “sinuca de bico”.