18 C
Rio Branco
7 maio, 2021 2:36 am

Deputado Pedro Longo cria Frente Parlamentar de Apoio ao Cooperativismo no Acre

O projeto de Longo é fruto de uma relação construída e intermediada por ele entre o parlamento e a Organização das Cooperativas Brasileiras no Acre

POR ASCOM

O deputado e líder do governo na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), Pedro Longo, apresentou nesta terça-feira (13) um requerimento já protocolado na Casa do Povo criando a Frente Parlamentar de Apoio ao Cooperativismo no Estado do Acre (Frencoop/AC).

De acordo com o parlamentar, a Frencoop/AC tem por objetivo contribuir para o aperfeiçoamento do marco regulatório do cooperativismo e induzir a implementação de políticas públicas favoráveis ao desenvolvimento do setor.

“Trazer para a Aleac essa discussão e a criação de uma frente parlamentar que lute para o fortalecimento desse setor que tanto contribui para o avanço econômico do nosso Estado é de suma importância. Por isso, me coloco à disposição dessa integração harmoniosa”, comentou o deputado.

O projeto de Longo é fruto de uma relação construída e intermediada por ele entre o parlamento e a Organização das Cooperativas Brasileiras no Acre (OCB/AC) [https://www.ocb.org.br/].

O líder do governo acrescentou que a bandeira do cooperativismo precisa ser defendida, bem como a efetivação de direitos já conquistados pela categoria.

“É importante levantar a bandeira do cooperativismo em momentos-chave do processo legislativo, em pronunciamentos e deliberações nos plenários e nas comissões da
Aleac. Queremos apresentar as demandas aqui e votar projetos que beneficiem a classe”, continuou.

Atualmente, em todo o Acre, 45 cooperativas estão ativas e regularizadas, além de outras quase 30 que estão em processo de regularização, inseridas em pelo menos 8 ramos diferentes.

O presidente da OCB/AC, Valdemiro Rocha, avaliou a atitude de Pedro Longo como necessária e parabenizou o político por apresentar aos demais deputados a proposta.

“O deputado se mostrou muito sensato na proposta que fez. Sua atitude merece reconhecimento. Diante das inúmeras questões burocráticas que enfrentamos hoje, a criação dessa frente é de suma importância para o Acre e para as cooperativas. Nos sentimos esperançosos, pois temos agora a possibilidade de discutir com os nossos legisladores a criação de novos projetos de lei, a efetivação de direitos, etc.”, salientou.

“O cooperativismo é um caminho que mostra que é possível unir desenvolvimento econômico e desenvolvimento social, produtividade e sustentabilidade, o individual e o coletivo”, finalizou.

Os demais deputados interessados em integrar a frente parlamentar podem assinar o requerimento.