31.3 C
Rio Branco
18 maio, 2021 12:41 pm

Polícia prende foragido acusado de latrocínio de motorista de aplicativo em Brasiléia

Jorge Klisman é um dos principais acusados no latrocínio, que aconteceu em meados do mês de março passado, onde assassinaram o jovem Airton Fernandes Ferreira com cerca de 10 tiros

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

Acabou de chegar a Rio Branco, na tarde desta segunda-feira (26), o brasileiro preso em território boliviano, na cidade de Cobija, Pando, na região do Alto Acre, de 28 anos. Ele foi recambiado da Delegacia Geral de Polícia Civil em Epitaciolândia, na qual foi recolhido no último domingo (25), após ser preso por autoridades bolivianas e entregue ao comando do 5º Batalhão da Polícia Militar do Alto Acre. Deverá ser encaminhado ao presídio estadual “Francisco D´Oliveira Conde” (FOC), em Rio Branco.

Klisman é o terceiro homem preso acusado do roubo seguido de morte, o crime de latrocínio, praticado contra o motorista de aplicativo Airton Fernandes de Olveira, de 25 anos, assassinado com mais de dez tiros, crime ocorrido no mês passado, na região de Brasiléia, na altura do quilômetro 10 da Estrada do Pacífico, a BR-317, que dá acesso à Assis Brasil, na fronteira com o Peru. Outras quatro pessoas são apontadas pela polícia como envolvidas no crimes, das quais três já foram presas e outros dois homens continuam foragidos.

Assim que cometeram os crimes em Brasiléia, os acusados cruzaram a fronteira para a Bolívia mas, aos poucos, foram caindo nas garras das autoridades bolivianas e entregues às autoridades brasileiras, no exercício de uma nova relação de ajuda mútua estabelecida pelas força