23 C
Rio Branco
6 maio, 2021 6:36 pm

Prefeitura acusa gestão passada de negligência em obra de rotatória no Calafate

Bocalom vai chamar empresa que executou trabalho para dar explicações sobre problemas

POR LEANDRO CHAVES, DO CONTILNET

O diretor-presidente da Empresa Municipal de Urbanização de Rio Branco (Emurb), José Assis, acusou a gestão passada de negligência pelas obras de construção da rotatória do Calafate. De acordo com ele, o canteiro central não possui sistema de drenagem, o que gera acúmulo de água no entorno e, consequentemente, deterioração do asfalto.

Equipes da prefeitura deram início nesta sexta-feira (23) à restauração da rotatória. “Negligenciaram a forma de execução dela. Estamos trabalhando para contornar o problema. Não vamos mexer na estrutura, apesar de não concordar com ela, porque não seria viável nesse momento. Já está implantada, então temos que aceitar”, disse.

O prefeito Tião Bocalom (Progressistas) acompanhou os trabalhos e pediu desculpas aos moradores do Calafate pelos transtornos causados pelas obras, que devem custar R$ 100 mil à Emurb. A restauração deve ficar pronta em dois ou três dias.

O gestor afirmou que vai chamar a empresa responsável pela construção da rotatória para saber se o problema teve origem no projeto aprovado pela prefeitura ou apenas na execução.

“Se fizerem fora do que a prefeitura aprovou, a empresa será responsabilizada. Em apenas 100 dias não tem jeito de resolver um problema de 20 anos, embora seja um problema que aconteceu faz pouco tempo”.