29 C
Rio Branco
10 maio, 2021 1:22 pm

Prefeitura da Capital estuda criar app para cadastrar pessoas com comorbidades

secretário municipal de Saúde, Frank Lima, participou da sessão da Câmara nesta quinta-feira

POR NANY DAMASCENO, DO CONTILNET

O secretário municipal de Saúde, Frank Lima, participou da sessão desta quinta-feira (22) na Câmara de Vereadores, ele respondeu diversos questionamentos sobre a vacina contra Covid-19 em pessoas com comorbidades.

Um dos questionamentos foi quanto ao cadastramento que, desde que foi anunciado, virou alvo de críticas pela população e por parlamentares, já que é necessário que o paciente vá a uma unidade de saúde fazer este cadastro que só está disponível de forma presencial.

Segundo Lima,  o laudo de comorbidade para ser imunizado é uma diretriz do Ministério da Saúde  e afirmou que vai se reunir ainda nesta quinta com a Secretaria Municipal de Gestão Administrativa e Tecnologia  (Segati) onde deve tratar da criação de um aplicativo para fazer o cadastro de forma online.

“Se houver a possibilidade de eles criarem um aplicativo para estarmos mais perto da comunidade, nós vamos pedir para fazer, o que não posso é perder tempo. Se a Segati disser que temos a possibilidade de agilizar esse aplicativo, ele será bem vindo e vai ser uma satisfação”, afirmou.