24 C
Rio Branco
18 abril, 2021 9:47 pm

Roberto Duarte acompanha professor de estudantes da zona rural para entregar material escolar

Para fazer a entrega dos materiais, os professores enfrentam o calor, lama e, principalmente, as más condições dos ramais

POR ASCOM

A quinta-feira amanheceu chuvosa, mas isso não impediu que o deputado estadual Roberto Duarte acompanhasse a equipe da Escola Municipal Mário Lobão em um dia de entrega do material escolar para os alunos que moram no Ramal do Mutum.

O percurso é longo. Incomum. Inspirador. Porém, bastante gratificante e que é reconhecido por todos. “O momento que estamos passando é muito difícil. A primeira vez que a equipe da escola veio aqui, nem acreditamos. Não é fácil, mas estou acompanhando o meu filho Josiel, 9 anos, nas tarefas escolares. Reconhecemos que os professores estão trabalhando mais do que o normal”, destacou Kelly Haluen, mãe do aluno do 3º ano.

Esta ação surgiu no início da pandemia, durante uma reunião dos professores da escola, pois a suspensão das aulas presenciais nas escolas revelou um lado cruel do acesso à educação. Exatamente 50 alunos da Escola Mário Lobão, na faixa etária de 6 a 12 anos, moram na Estrada de Porto Acre e no Ramal do Mutum e não possuem internet para poder acompanhar às aulas.

“Se a educação é um direito universal, ela precisa chegar a todo mundo. Então, é isso que estamos fazendo. E, assim, vamos de bicicleta entregar o material para as crianças com o objetivo de elas não se sentirem mais excluídas”, explicou Railene Santiago – coordenadora pedagógica da Escola Mário Lobão.

A atitude dos professores rendeu à escola Mário Lobão o “segundo lugar” do Prêmio de Gestão Escolar 2020. Ao todo, 47 escolas concorreram a este prêmio da Secretaria de Educação do Acre.

Para fazer a entrega dos materiais, os professores enfrentam o calor, lama e, principalmente, as más condições dos ramais. “Temos muitas dificuldades, mas isso não nos desanima. No verão, sofremos com a poeira e no inverno com a lama. Já tive alguns contratempos com queda, mas faz parte. Estamos doando o nosso melhor”, relatou Bruno Vitorino.

“Quando tive conhecimento deste projeto, decidi homenageá-los com a Moção de Aplausos da ALEAC como forma de reconhecer o amor deles pela profissão e por não medirem esforços para levar educação para todos. Esta foi uma das ações mais lindas que vi durante toda a pandemia”, comentou Roberto Duarte.