22.3 C
Rio Branco
22 junho, 2021 6:53 pm

À CPI, Araújo diz que orientações para o Itamaraty vieram do Ministério da Saúde

Ex-ministro das Relações Exteriores diz que não havia um documento único sobre atuação internacional em questões da pandemia, mas sim diretrizes caso a caso

POR CNN BRASIL

A atuação do Itamaraty durante a pandemia de Covid-19 foi feita sob orientações que partiram, na maioria dos casos, do Ministério da Saúde, disse o ex-chanceler Ernesto Araújo em depoimento à CPI da Pandemia nesta terça-feira (18).

“Quase sempre, as recomendações que o Itamaraty recebeu vieram a partir do Ministério da Saúde, de acordo com o requisito do momento. Mas não tenho conhecimento de um plano único da dimensão internacional do enfrentamento à pandemia”, disse o ex-ministro das Relações Exteriores.

O relator da CPI, senador Renan Calheiros (MDB-AL) o questionou mais de uma vez sobre a existência de diretrizes para a atuação internacional do governo em questões relativas à pandemia. Araújo afirmou que não existia um documento único, mas sim orientações de acordo com diferentes momentos e situações.

“Houve orientações, imagino que passadas ao Ministério da Saúde, mas não tenho conhecimento [das passadas à Saúde]. O Itamaraty, praticamente em todos momentos, atuou por coordenação com o Ministério da Saúde”, reforçou.

Leia mais em CNN Brasil, clicando AQUI.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.