23.3 C
Rio Branco
25 setembro 2021 1:05 am

Covid-19: AC vai elaborar estudos sobre comorbidades para avançar na vacinação

A estratégia busca alcançar, também, pessoas com deficiência permanente, gestantes e puérperas

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

Última atualização em 04/05/2021 07:43

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) publicou na edição do Diário Oficial do Estado desta terça-feira (4) um pacto com as diretrizes do Ministério da Saúde sobre a vacinação contra a covid-19 das pessoas com comorbidades.

A ação é composta por duas fases principais. A primeira, que já iniciou, tem como objetivo vacinar proporcionalmente, de acordo com o quantitativo de doses disponibilizado, pessoas de 55 a 59 anos com comorbidades; pessoas com síndrome de down; pessoas com doença renal crônica em terapia de substituição renal (hemodiálise e diálise) de 18 a 59 anos; gestantes e puérperas com comorbidades, de 18 a 59 anos; e pessoas com deficiência permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC), de 55 a 59 anos.

A segunda fase busca alcançar, proporcionalmente, pessoas com os mesmos quadros clínicos, segundo as faixas de idade de 50 a 54 anos, 45 a 49 anos, 40 a 44 anos,30 a 39 anos e 18 a 29 anos.

A Sesacre determinou ainda que o Centro de Operações de Emergência/Covid-19 (COE) elabore um estudo técnico considerando o perfil epidemiológico, faixa etária de internação, mortalidade por idade (se tinha ou não comorbidade) e as principais comorbidades que podem estar relacionada à indicação de internação ou óbito no Estado associado a Covid-19, para que possa avaliar a realização da vacinação, considerando apenas faixa etária.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.