16 C
Rio Branco
7 maio, 2021 8:45 am

Deputado nega que governo nomeou esposa em troca de retirada de assinatura de CPI

Neném Almeida já pediu ao governador que exonere Ana Cristina da Costa Oliveira, lotada na Seict

POR LEANDRO CHAVES, DO CONTILNET

A nomeação da esposa do deputado estadual Neném Almeida (sem partido) na Secretaria de Estado de Indústria e Tecnologia (Seict), com um salário de mais de R$ 6 mil, está dando o que falar nos bastidores da política.

Andam dizendo que Ana Cristina da Costa Oliveira ganhou um cargo em troca da retirada da assinatura do marido do pedido de instalação da CPI que quer investigar indícios de corrupção na Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (SEE).

As insinuações revoltaram o parlamentar, que usou seu tempo no pequeno expediente na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) para negá-las. Segundo ele, o governo nunca o procurou para fazer tal proposta e que a nomeação, ocorrida na segunda-feira (4), foi uma surpresa.

O parlamentar, que saiu da base e hoje se coloca como independente, reforçou que não retirou e nem vai retirar seu nome da lista de deputados que querem ver a CPI da Educação sair do papel.

“Quando saí da base foram retirados os cargos que eu tinha, inclusive minha esposa era nomeada. Até agora não sei porque aconteceu essa nomeação, preciso descobrir o motivo. Jamais aceitaria uma proposta dessas para beneficiá-la. Quem me conhece sabe”.

Ameida já pediu ao governo que exonere novamente Ana Cristina. “Somos concursados. Não precisamos”.