30.3 C
Rio Branco
17 junho, 2021 3:46 pm

Faccionados são apreendidos suspeitos de perseguir e matar jovem com oitos tiros em Brasileia

Os adolescentes suspeitos, ambos de 16 anos, chegaram a ser vistos correndo pela rua armados após crime

POR O ALTO ACRE

Em dois dias, a Polícia Civil da cidade de Brasileia concluiu as investigações sobre o homicídio do jovem Donizete Soares Teodoro, de 17 anos, e apreendeu os dois adolescentes suspeitos de envolvimento no crime. A dupla foi capturada nessa terça-feira (13) em Brasileia.

Teodoro foi executado a tiros na tarde de domingo (16) no bairro Leonardo Barbosa, na cidade de Brasileia. Ele foi atingido por ao menos sete tiros de pistola calibre 9mm.

Os adolescentes suspeitos, ambos de 16 anos, chegaram a ser vistos correndo pelas ruas do bairro armados após crime. Segundo a delegada titular de Brasileia, Carla Ívane, os menores assassinos foram reconhecidos por testemunhas e no interrogatório confessaram o crime.

A vítima foi perseguida no bairro e chegou a correr para dentro de casa. Mas, os criminosos invadiram o local e efetuaram os disparos de arma de fogo contra o jovem Teodoro.

Ordem veio de presídio do departamento de Pando
Ainda de acordo com a delegada titular de Brasileia, a ordem para o homicídio partiu de dentro do presídio de Villa Busch, localizado a cerca de 20 quilômetros de Cobija (Departamento de Pando), que faz fronteira com as cidades de Brasileia e Epitaciolândia. O crime tem ligação com confronto entre facções.

“Houve uma ordem de dentro do presídio de Villa Busch, de um dos conselheiros de uma facção criminosa que se encontra preso e esses menores foram executar. Lembrando que eles procuraram o alvo, que era de uma organização criminosa rival, mas não acharam. Então, encontraram esse outro rapaz, que segundo eles também era integrante da facção rival, e aí executaram”, disse a delegada.

Um dos menores relatou à polícia que, mesmo com a vítima já desfalecida e caída no chão, ele se aproximou e descarregou o resto da arma. Os dois adolescentes já eram conhecidos da polícia por envolvimento em diversos crimes na região.

“Gostaria de ressaltar a dedicação dos policiais civis de Brasileia para que esse caso tivesse êxito na sua solução e fosse identificada autoria. É importante informar que ficou comprovada a linha de investigação, de que se trata de mais uma execução relacionada à atuação das organizações criminosas aqui na fronteira.”

Um dos adolescentes apreendidos, segundo a delegada, tinha sido apreendido há cerca de duas semanas na Bolívia por supostamente ter participado, junto com outros comparsas, de um roubo e cárcere privado contra uma família.

“Ele acabou se evadindo de lá da Bolívia depois de ser apreendido. Esse menor ainda é suspeito de envolvimento em outras tentativas de homicídio ocorridas nessa regional aqui. Ele é um menor que começou com delitos de roubos e furtos de motocicletas e que eram atravessadas pela fronteira, e agora está cometendo crimes contra a vida”, afirmou Carla.

No B.O. foi registrado no dia do crime que os assassinos estavam em um carro modelo Chevrolet/Prisma, de cor prata e já estavam a procura da vítima com intensão de cometer o crime.

Donizete foi avistado e em seguida aconteceu uma perseguição pelas ruas do bairro até sua residência. A vítima foi alcançada e morta a tiros praticamente na frente de sua mãe, após cometerem o crime, os faccionados voltaram para o carro e tomando rumo ignorado.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.