19.3 C
Rio Branco
19 junho, 2021 5:36 am

Mazinho promete andar só de calção e de joelhos se Gladson construir a ponte do 2º Distrito

Prefeito de Sena Madureira promete a bizarrice caso o governo consiga construir segunda ponte sobre o rio Iaco

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

O prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim (MDB), cujo corpo em muito se assemelha a um lutar japonês de Sumô, pode vir a protagonizar um espetáculo bizarro em sua cidade: ele está prometendo andar de joelhos, do segundo Distrito ao Centro da cidade, vestindo apenas calção.

Ele fez a promessa caso o governador Gladson Cameli cumpra a palavra de construir uma segunda ponte sobre o rio Iaco, ligando o Segundo Distrito à área central de Sena Madureira. A promessa foi feita ainda em campanha.

A promessa da bizarrice do prefeito foi feita durante uma live em redes sociais, ao lado do jornalista senamadureirense Aldejane Pinto.

O prefeito criticou o governador por promessas semelhantes em Xapuri e em Rodrigues Alves, municípios em que as comunidades locais pedem a construção de pontes sobre os rios da região.

Chamou a atenção na fala do prefeito o fato de, certamente por ato falho, ele – que é defensor intransigente do senador Petecão como governador – admitir que Gladson Cameli terá um segundo mandato de governador. Ele deixou escapar isso quando disse que quer que o governador consrtua a ponte ainda neste mandato, “e não no outro”.

Gladson Cameli tem dito que seu permanente combate à pandemia do coronavirus, há quase um ano e meio de trabalho, atrapalhou o cronograma das obras prometidas, mas ele vem se esforçando para cumprir. Citou como exemplo a ordem de serviço para a execução do Anel Viário, que inclui uma ponte sobre o rio Acre, ligando os municípios de Epitaciolândia e Brasiléia.

Sobre os desafios de Mazinho Serafim, o governador não quis comentar. “Minha dedicação ao trabalho e ao combate à pandemia do coronavírus, não me permite perder tempo com coisas que não são de interesse da população”, disse Gladson Cameli.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.