30.3 C
Rio Branco
17 junho, 2021 6:44 pm

“Prender Lula foi absurdo, mas não quero PT de volta”, diz Eduardo Cunha

Ex-presidente da Câmara concedeu primeira entrevista à TV brasileira desde a prisão, analisando governo de Jair Bolsonaro, a pandemia e a perspectiva para 2022

POR CNN BRASIL

O ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha concedeu à CNN sua primeira entrevista à televisão brasileira desde que foi preso em 2016. Nela, criticou a forma como se deu sua prisão e a do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas rejeita apoiar o PT.

“Já vivi o PT. Não quero o PT de volta. Eu concordo que a prisão do Lula foi um absurdo, assim como a minha também o foi”, afirmou o então presidente da Câmara durante o processo de impeachment de Dilma Rousseff.

Cunha criticou ainda o andamento da CPI da Pandemia por considerá-la um “palanque” e analisou o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e a relação do Planalto com o Congresso. Falou também sobre a Operação Lava Jato e os quatro anos e meio em que esteve na prisão. Confira a seguir os principais trechos da entrevista com Eduardo Cunha.

Leia mais em CNN Brasil, clicando AQUI.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.