21.3 C
Rio Branco
23 junho, 2021 12:28 pm
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Profissionais da educação começam a ser vacinados contra covid-19 em Manaus: ‘alívio’, diz professora

Prefeitura informou que há, em média, 25 mil cadastros de profissionais da educação para vacinação em Manaus

POR G1 AM

Teve início nesta quarta-feira (19), em Manaus, a vacinação de profissionais da educação. Cerca de 25 mil pessoas fizeram o cadastro para receber a imunização nesse grupo, segundo informou a prefeitura.

A secretária municipal de saúde, Shádia Fraxe, afirmou que serão vacinados servidores do ensino básico e superior das redes municipal, estadual, federal e particular. Ela acompanhou, nesta manhã, o início da vacinação da categoria no ponto da Universidade Paulista (Unip).

“Estamos dando início a partir de hoje, em continuidade ao Plano Nacional de Imunização, incluindo a categoria dos trabalhadores de educação. Nesse primeiro momento, dividimos de forma escalonada para o ensino básico, tanto municipal, quanto estadual e privado”, explicou.

Como ressaltou a secretária, serão vacinados todos os profissionais que trabalham dentro de instituições de ensino de Manaus.

A professora Érika Mafra, de 44 anos, estava na fila para ser vacinada. Ela compartilhou o sentimento naquele momento.

“É um alívio e todas essas mortes poderiam ter sido evitadas com a vacina. O governo tem que acelerar a vacinação pois todas as instituições são solidas na pesquisa e não tem desculpa para culpar falta de insumo. A vacina á uma obrigação”, disse.

A técnica em enfermagem Geovana Castro se sente feliz pela vacinação dos profissionais da educação. Ela tem filhos e, com isso, as crianças poderão voltar para às aulas.

“Para mim é um orgulho muito grande, é até inesperável pois achava que os professores ainda não iriam voltar a dar aula, mas com certeza a vacina, é um orgulho tão grande pra mim pois, o que o meu filho está pedindo muito para ir para aula presencial, está cansado de estar em casa somente assistindo por vídeo, ele quer ver o professor. Estou falando por mim e por outras mães”, disse.

Além dos profissionais da educação, podem ser vacinados com a primeira dose na capital:

  • Gestantes e mães com até 45 dias de pós-parto (puérperas) com comorbidades
  • Pessoas com deficiência permanente
Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.