23.3 C
Rio Branco
19 junho, 2021 1:13 pm

Rua 1º de Maio, no bairro Seis de Agosto, sofre com desbarrancamento

Moradores e comerciantes vêem com preocupação o fenômeno na rua Primeiro de Maio, no Segundo Distrito

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

O desbarrancamento nas margens do Rio Acre, um fenômeno geológico chamado voçoroca e que se registra após grandes enchentes, que vem causando incômodos a transeuntes e comerciantes instalados no passeio público no início da Avenida Epaminondas Jácome, no centro da Capital Rio Branco, agora está atingido também o Segundo Distrito da Cidade.

A Rua Primeiro de Maio, no bairro 6 de Agosto, do outro lado do rio, também está desmoronando e até o tráfego de veículos por ali deixou de ser recomendado. As rachaduras na rua estão se tornando grandes valas e ameaçando residências e casas comerciais.

Um dos locais atingidos fica nas proximidades do Bar e Restaurante “Quintal do Osvaldo”, ponto comercial do jornalista Oswaldo Gomes e sua família. Ali, eles atendem seus clientes com o melhor da cozinha regional com a bela paisagem do Rio Acre, nas imediações da chamada Quarta Ponte.

“O problema ainda não atinge totalmente. À primeira vista, pode parecer perigoso, mas o certo é que depois de anos morando na beira do rio e vendo o que acontece em suas margens todos os anos, a gente acaba se acostumando”, disse Oswaldo, que tem 56 anos de idade e sempre morou no local. “Não há riscos, embora o poder público não devesse perder isso aqui de vista”, disse.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.