20.3 C
Rio Branco
20 junho, 2021 12:09 am

Seleção Olímpica: CBF ignora oferta e atletas ficam sem vacina do COB

A vacinação das comissões que vão ao Japão começou na última sexta-feira (14/5), no Rio e ocorrerá em mais cinco cidades

POR METRÓPOLES

Entre as confederações nacionais, a Confederação Brasileira de Futebol foi a única a não responder à oferta do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e do governo federal para vacinar contra a Covid-19 as delegações que vão para a disputa dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020. A vacinação das comissões começou na última sexta-feira (14/5), no Rio e ocorrerá em mais cinco cidades.

No início, a CBF precisou enviar uma lista ao COB informando quantas pessoas receberiam a imunização, mas como as convocações ainda não estão definidas, a entidade enviou uma relação com cerca de 300 nomes. O Comitê julgou a lista extensa demais e informou que não incluiria os jogadores como vacináveis, mas o governo federal escolheu não vetar ninguém. Depois disso, então, a CBF não respondeu mais.

Desta forma, nenhum jogador de futebol, tanto da Seleção masculina quanto da feminina, aparece nas listas enviadas aos postos de vacinação. No entanto, a CBF ainda pretende imunizar os atletas. Em nota, a entidade informou ter “conversas avançadas” com os órgãos competentes do governo nacional para que as vacinas oferecidas pela Conmebol possam ser aplicadas no Brasil, em conformidade com o PNI.

Leia mais em METRÓPOLES, clique AQUI!

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.