22.3 C
Rio Branco
18 junho, 2021 6:49 am

Sexo no trabalho de parto estimula contrações? Entenda polêmica

Após repercussão sobre fala de Titi Müller, especialista esclarece teoria e desmistifica crença de que sexo se limita à penetração

POR METRÓPOLES

Uma declaração dada por Titi Müller no ano passado após dar à luz seu primeiro filho repercutiu e gerou polêmica nas redes sociais. Na ocasião, a artista afirmou, durante participação no podcast Calcinha Larga, que fez sexo com o marido durante seu trabalho de parto.

“Depois que eu entrei em trabalho de parto, eu transei. Eu não estava em trabalho de parto ativo, mas a minha bolsa estourou às 4h da manhã (…) Eu precisava muito estimular o trabalho de parto e as minhas contrações estavam demorando para engrenar. Aí chamei o Tomás e foi tiro e queda”, disse Titi à época.

Nas últimas semanas, a apresentadora retomou o assunto em entrevista ao jornal O Globo. Müller falou sobre a repercussão distorcida que a notícia teve. “Quando as pessoas leem ‘sexo no trabalho de parto’, pensam logo que eu fiz todo o Kama Sutra ali, mas não foi nada disso. Foi justamente para começar a estimular as contrações, um amor ali que eu considero sexo também, porque não acho que precise ter penetração para ser sexo”, afirmou.

Leia a matéria completa em METRÓPOLES, clique AQUI!

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.