19.3 C
Rio Branco
19 junho, 2021 7:33 am

Vereador de Rio Branco investigado por compra de votos foi um dos seis reeleitos

De acordo com PF, ele obteve cerca 2.500 votos na eleição passada

POR LEANDRO CHAVES, DO CONTILNET

A Polícia Federal se recusa a informar quem é o vereador de Rio Branco que acordou com agentes em sua casa na manhã desta quinta-feira (20). Ele é investigado por compra de votos nas eleições de 2020.

No entanto, em coletiva de imprensa horas depois da deflagração da operação Sine Vox, dois delegados da PF deram pistas sobre a identidade do político. De acordo com eles, o investigado é um dos seis reeleitos para uma das 17 vagas na Câmara de Rio Branco.

Além disso, o alvo da operação teria obtido aproximadamente de 2.500 votos.

LEIA MAIS: Confira os 17 vereadores eleitos em Rio Branco e a quantidade de votos

A investigação teve início após chegar às mãos da PF um print de um grupo de Whatsapp em que uma pessoa comunica aos familiares que o então candidato à reeleição a vereador teria pago R$ 50 pelo seu voto.

“Nosso vereador tá bem. Ganhei R$ 50 aqui. Se eu soubesse tinha avisado vocês”, diz o print.

Os delegados frisaram na coletiva que tanto a compra quanto a venda de votos é crime e estão sujeitos à mesma penalidade, de até quatro anos de prisão mais multa.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.