23.3 C
Rio Branco
25 julho, 2021 8:17 am

Advogada diz que Bocalom afirmou que “animais não são importantes” e entra com ação no MP

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

A advogada acreana e presidente da instituição Patinha Carente, Vanessa Facundes, usou o seu perfil no Facebook, nesta terça-feira (30), para falar de sua insatisfação com relação ao tratamento do prefeito Tião Bocalom com a causa animal em Rio Branco.

Uma reunião – para a qual Vanessa não foi convidada – foi marcada com o chefe do executivo municipal para tratar da situação dos animais abandonados pelas ruas da cidade. Na ocasião, Bocalom teria dito que “os animais não são importantes”.

“Eu estou incrédula. Uma amiga que participou da reunião me relatou como foi… O prefeito afirmou que foi eleito para trabalhar pelo ser humano, que os animais não são importantes. Inclusive, exemplificou que se ver uma criança pedindo ajuda e um cachorro necessitado, ajudará a criança”, comentou a advogada.

“Venho publicamente perguntar por qual motivo ele se acha tão superior as outras espécies a ponto de agir com tanto descaso diante de uma causa que merece ser defendida, até por ser um Direito constitucional coletivo”, continuou.

Vanesa defendeu que Bocalom deve ajudar as crianças e os animais. A advogada disse que o prefeito foi grosso com os participantes da reunião e que não apresentou “política alguma para ajudar os animais”.

“Segundo relatos, ele foi extremamente grosso e não apresentou política alguma para ajudar os animais abandonados de nosso município”, explicou.

Facundes ingressou com uma ação judicial contra o órgão no Ministério Público do Acre (MPAC).

“Eu, que já ingressei com ação judicial contra a prefeitura perante o Ministério Público, venho assumir o compromisso de entrar novamente com outra ação, dessa vez uma ação civil pública. Estou estarrecida com tanto descaso, e como o Departamento de Zoonoses pertence à prefeitura, através da secretaria de saúde e vigilância sanitária, sabemos que não haverá avanços”, finalizou.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.