33.3 C
Rio Branco
24 julho, 2021 4:15 pm

Ao lado do Into, Clube dos Oficiais promove festa e aglomeração; veja vídeo

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

Houve festa no último domingo (13) em alusão ao Dia dos Namorados no Clube dos Oficiais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Acre, localizado no trecho da BR-364 que cruza o bairro Jardim de Alah, em Rio Branco. E festa com tudo que há direito: música boa e em volume de muitos decibéis, muitos casais e relativa aglomeração, com muita gente sem o uso de máscaras e sem atenção aos atuais protocolos sanitários.

Isso tudo seria normal se estivéssemos em tempos normais e não numa pandemia de um vírus letal e que já levou à morte quase 1.700 acreanos, em mais de um ano. Seria normal também se o clube não pertencesse a organizações cujo lema é servir e proteger a sociedade. Seria ainda mais normal se o clube não estivesse localizado a poucos metros de distância do hospital de campanha do Into, onde estão hospitalizados muitos pacientes acometidos pelo vírus Covid-19.

O barulho da festa, que varou a noite, além das violações às normas sanitárias de contenção da doença e o decreto estadual que estabelece regras como o distanciamento social como forma de conter o avanço da doença, incomodou pacientes e seus familiares. Indignados, alguns parentes de pacientes internados no Into chegaram a gravar vídeos denunciando a irregularidade.

Procurado pela reportagem, os comandos da Policia Militar e do Corpo de Bombeiros se manifestaram por meio da assessoria de imprensa. A tenente PM Katyane, que responde pela assessoria de imprensa da PM, disse que o Clube dos Oficiais tem administração própria e não responde ao comando da corporação.

No final da tarde desta segunda-feira (14), a direção do Clube emitiu nota oficial pedindo desculpas pela festa é pelo barulho que incomodou os pacientes do Into. A nota é assinada pelo presidente do Clube, o coronel Eder Franco da Silva

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.