23.3 C
Rio Branco
29 julho 2021 4:19 pm

Calendário auxílio emergencial 2021 para Bolsa Família; confira datas

Calendário do auxílio emergencial 2021 para Bolsa Família continua seguindo as datas tradicionais do programa. Confira detalhes sobre os pagamentos e regras.

POR CONCURSOS NO BRASIL

Como o auxílio emergencial foi retomado em 2021, as parcelas para os beneficiários do Bolsa Família já estão sendo devidamente transferidas.

O procedimento continua sendo o mesmo aplicado nos pagamentos anteriores.

Ou seja, o calendário do auxílio emergencial para Bolsa Família será gradualmente executado de acordo com o último dígito do NIS (Número de Identificação Social) dos inscritos no programa.

Os beneficiários do Bolsa Família, programa social do governo, não precisam se cadastrar para garantir as parcelas do auxílio emergencial 2021.

Até porque as unidades familiares já estão incluídas na base de dados (Cadastro Único), que dispõe sobre as principais informações a respeito de renda e hipossuficiência financeira.

De maneira geral, estão previstos quatro pagamentos entre abril e julho de 2021.

Inclusive, o depósito da terceira parcela do auxílio emergencial para Bolsa Família será feito entre os dias 17 e 30 de junho de 2021.

Em nossa matéria, você confere informações a respeito do calendário auxílio emergencial para Bolsa Família, além detalhes sobre movimentações e regras.

Valor do auxílio emergencial 2021 para Bolsa Família

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que as novas parcelas do auxílio emergencial 2021 têm valor médio de R$ 250.

Por outro lado, mulheres chefes de família contam com pagamentos maiores (R$ 375), enquanto os que moram sozinhos recebem cotas de R$ 150.

Isso quer dizer que os pagamentos variam de acordo com a composição familiar dos beneficiários.

O auxílio emergencial 2021 está sendo limitado a um benefício por família. No ano passado, até dois membros da mesma unidade familiar poderiam receber as parcelas.

O calendário auxílio emergencial para Bolsa Família foi organizado com base no último dígito do NIS, sempre nos últimos 10 dias úteis de cada mês.

As unidades familiares fazem jus ao valor mais vantajoso dentre o auxílio emergencial ou do Bolsa Família, programa de transferência fixa de renda.

Calendário auxílio emergencial para Bolsa Família

Até o momento, estão confirmadas quatro parcelas do auxílio emergencial 2021 para Bolsa Família. É possível que mais pagamentos seja liberados pelo governo, mas o anúncio oficial ainda não foi devidamente emitido.

Acompanhe o calendário completo do auxílio emergencial para Bolsa Família de 2021:

1ª parcela auxílio emergencial para Bolsa Família (pago em abril de 2021)

Número final do NIS Datas de pagamento
NIS 1 16 de abril de 2021
NIS 2 19 de abril de 2021
NIS 3 20 de abril de 2021
NIS 4 22 de abril de 2021
NIS 5 23 de abril de 2021
NIS 6 26 de abril de 2021
NIS 7 27 de abril de 2021
NIS 8 28 de abril de 2021
NIS 9 29 de abril de 2021
NIS 0 30 de abril de 2021

2ª parcela do auxílio emergencial para Bolsa Família (pago em maio de 2021)

Número final do NIS Datas de pagamento
NIS 1 18 de maio de 2021
NIS 2 19 de maio de 2021
NIS 3 20 de maio de 2021
NIS 4 21 de maio de 2021
NIS 5 24 de maio de 2021
NIS 6 25 de maio de 2021
NIS 7 26 de maio de 2021
NIS 8 27 de maio de 2021
NIS 9 28 de maio de 2021
NIS 0 31 de maio de 2021

3ª parcela do auxílio emergencial para Bolsa Família (no mês de junho de 2021)

Número final do NIS Datas de pagamento
NIS 1 17 de junho de 2021
NIS 2 18 de junho de 2021
NIS 3 21 de junho de 2021
NIS 4 22 de junho de 2021
NIS 5 23 de junho de 2021
NIS 6 24 de junho de 2021
NIS 7 25 de junho de 2021
NIS 8 28 de junho de 2021
NIS 9 29 de junho de 2021
NIS 0 30 de junho de 2021

4ª parcela do auxílio emergencial para Bolsa Família (no mês de julho de 2021)

Número final do NIS Datas de pagamento
NIS 1 19 de julho de 2021
NIS 2 20 de julho de 2021
NIS 3 21 de julho de 2021
NIS 4 22 de julho de 2021
NIS 5 23 de julho de 2021
NIS 6 26 de julho de 2021
NIS 7 27 de julho de 2021
NIS 8 28 de julho de 2021
NIS 9 29 de julho de 2021
NIS 0 30 de julho de 2021

 

Existem estudos para estabelecer uma nova prorrogação do benefício.

O ministro Paulo Guedes informou que o programa poderá ser renovado se a vacinação contra a COVID-19 não progredir conforme o esperado.

A expectativa é de aprovar mais três parcelas, totalizando sete pagamentos em 2021.

Além disso, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, disse que o Congresso precisará avaliar a necessidade de conceder novos repasses.

Ele também defendeu a criação de um novo programa de transferência de renda ou a reestruturação do Bolsa Família.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.