26.3 C
Rio Branco
14 junho, 2021 11:24 am

Condições de Upa pode contribuir para disseminação do coronavírus, aponta Sindmed

O presidente do Sindmed, Guilherme Pulici, explicou que a falta de lençóis descartáveis é um dos principais problemas

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

O Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed-AC) visitou, na última semana, à Unidade e Pronto Atendimento (UPA) Franco Silva, na Baixada da Sobral, em Rio Branco, e constatou deficiências que podem contribuir para o aumento da disseminação do coronavírus.

O presidente do Sindmed, Guilherme Pulici, explicou que a falta de lençóis descartáveis é um dos principais problemas.

“Em meio a uma pandemia, não ter lençóis descartáveis nas macas facilita a transmissão do coronavírus, já que um paciente é atendido logo após o outro”, disse.

Outras questões também foram identificadas, como infiltrações na estrutura física, umidade nas paredes, ausência de conservação dos espaços, escassez de muitos medicamentos e carência na equipe de médicos para fechar as escalas.

“As cadeiras também estão quebradas e gera desconforto para todos. Se as pessoas chegam com dor de ouvido aqui, não há como examiná-las porque também falta otoscópio. Mas o que mais chama a atenção é que faltam medicamentos básicos importantes. Vamos cobrar as devidas providências da Sesacre para amenizar a situação”, finalizou.