23.3 C
Rio Branco
2 agosto 2021 12:07 am

Cratera não para de crescer e engole dois cães e uma casa no México

Na última medição, a cratera registrava 124 metros de diâmetro

POR EXTRA

Depois de engolir dois cães, uma casa inteira é a última “vítima” de uma enorme cratera que não para de crescer em região rural no México.

No início deste mês, um sumidouro de 60 metros em Santa María Zacatepec, no estado de Puebla, levou dois cães, Spay e Spike, para as suas profundezas. Felizmente, depois de uma missão de resgate perigosa, os cães foram recuperados vivos.

No entanto, o buraco não parou de crescer. Os proprietários de uma casa próxima foram retirados do local. Na última semana, a casa ruiu e caiu no sumidouro, de cerca de 45 metros de profundidade, segundo a avaliação de especialistas.

Magdalena Xalamihua, que morava na casa com o marido e dois filhos, contou ter ouvido um “estrondo” em 29 de maio.

“Nós pensamos que fossem fogos de artifício, mas olhamos para fora e vimos a terra se movendo e a água subindo, como ondas. Corremos”, disse ela ao “El País”.

A família morava na casa havia pouco mais de um ano, mas o prefeito de Puebla, Miguel Barbosa, prometeu indenização, um terreno e a construção de uma nova casa.

Na última medição, a cratera registrava 124 metros de diâmetro. Embora as razões por trás de sua formação não sejam claras, o Escritório Nacional de Defesa Civil do México disse que pode ser devido a um rio subterrâneo. Já Beatriz Manrique, secretária ambiental da região, acredita que pode ser uma combinação de fatores.

“O amolecimento do campo, toda a área estava sendo cultivada, assim como a extração da água subterrânea, que amolece o subsolo”, disse ela, conforme a AFP.

Estudiosos não sabem até quanto a cratera pode crescer.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.