19.3 C
Rio Branco
22 junho, 2021 5:59 am
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Droga pega em helicóptero é avaliada em R$ 7,5 milhões

Cocaína apreendida em helicóptero pesou 250 quilos a custo de milhões

POR LÚCIO BORGES ORTEGA - CORRESPONDENTE MS

NOVA ANDRADINA (MS) – Helicóptero carregado de droga é interceptado pela PM-MS com quatro pessoas . A ação ocorreu na manhã de ontem no município de Batayporã, região leste de Mato Grosso do Sul, a 311 km da Capital Campo Grande, onde a principio foi dito que havia 200 kg de droga. Mas, após conferência e registros oficiais, a PM-MS (Polícia Militar de MS) em Nova Andradina, base da região para onde foi encaminhado a aeronave, o produto chegou a 250 quilos de cocaína em sete fardos.

Conforme a PM, a carga foi avaliada também em mais de R$ 7,5 milhões, sendo ainda transportada em irregular helicóptero interceptado nesta quinta-feira (3), ao pousar um fazenda no Porto São José, distrito Batayporãnensse. “O helicóptero R-44 II matrícula PP-LLL, pertencente ao piloto, ainda nem podia operar como táxi aéreo e estava com toda a documentação suspensa pela ANAC desde 24 de setembro de 2020 e era procurado através de busca e apreensão”, disse a PM.

De acordo com a polícia, a operação teve uma semana para levantamentos, mapeamento de local, da rotina dos envolvidos, rota e data do voo, e logrou êxito na interceptação da alta carga e na prisaõ de quatro pessoas, como o ContilNet noticiou ontem. “Levou a prisão em flagrante de um piloto de 33 anos, morador em Taquaritinga (SP), e mais três pessoas de 19, 20 e 38 anos, ambos moradores em Presidente Epitácio (SP) e com a responsabilidade pelo reabastecimento da aeronave”, registrou a PM-MS.

O grupo realizava essas atividades ao menos três vezes na semana, com a droga saindo da região de fronteira, com destino ao Estado de São Paulo, mas antes de cruzar o Rio Paraná, era reabastecida na propriedade rural. “O piloto disse aos policiais que havia carregado o entorpecente na aeronave em uma área rural do município de Aral Moreira. Já o trio de apoio em terra disse que auxiliava no abastecimento do helicóptero e confirmou que tinha conhecimento da atividade ilícita e recebiam toda semana média de R$ 500 cada para dar apoio no solo”.

Perto de uma tonelada

Com a apreensão de hoje, a Força Tática totaliza cerca de 767 quilos de cocaína apreendidos em duas ações em aeronaves na região, a última em agosto do ano passado na região de Ivinhema, onde piloto e copiloto foram presos com 517,7 quilos da droga.

Os quatro homens foram entregues na Polícia Civil em Batayporã, onde assinaram flagrante de tráfico de entorpecentes, com pena prevista em lei de 5 a 15 anos de prisão.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.