21.3 C
Rio Branco
23 junho, 2021 11:59 am

‘Essa mentira mata’, diz microbiologista à CPI sobre cloroquina

Natalia Pasternak afirmou que 'mentira' da cloroquina foi 'orquestrada' pelo governo federal e deu falsa sensação de segurança

POR G1

A microbiologista Natalia Pasternak afirmou nesta sexta-feira (11) à CPI da Covid que o uso de cloroquina para combater a doença é uma mentira “orquestrada pelo governo federal” e é uma mentira que “mata”.

A cloroquina não tem eficácia contra a Covid, de acordo com diversos estudos científicos. Mesmo assim, desde o início da pandemia, o presidente Jair Bolsonaro e aliados defendem o uso do remédio para tratar a doença.

“No caso triste do Brasil, é uma mentira orquestrada pelo governo federal e pelo Ministério da Saúde. E essa mentira mata, porque ela leva pessoas a comportamentos irracionais que não baseados em ciência”, disse Pasternak.

A microbiologista disse ainda que, ao insistir na discussão sobre a cloroquina, o Brasil está atrasado pelo menos seis meses em relação ao mundo, que descartou o uso do remédio para Covid quando ficou comprovada a ineficácia.

“Estamos pelo menos seis meses atrasados do resto do mundo, que já descartou a cloroquina, e aqui a gente continua insistindo. Isso é negacionismo”, afirmou.
“Ela já funcionou para outras doenças? Não. A cloroquina já foi testada e falhou para várias doenças provocadas por vírus, como zika, dengue, o próprio sars, aids, ebola. Nunca funcionou. Então não tem probabilidade de funcionar. Nunca teve”, concluiu a especialista.

Leia mais em G1, clicando AQUI.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.