26.3 C
Rio Branco
14 junho, 2021 8:45 pm

Moisés Diniz critica adversários de Gladson e diz que opositores sentem “ciúme de político”

O ex-deputado disse que Gladson Cameli teve um comportamento exemplar no combate à pandemia

POR TIÃO MAIA, PARA O CONTILNET

Mesmo sem citar nomes, o secretário para assuntos extraordinários do Governo do Estado, Moisés Diniz, foi duro com críticos do governador Gladson Cameli sobre sua gestão na pandemia do coronavirus. Em um vídeo postado em suas redes sociais na tarde deste sábado (05), Diniz critica quem chamou o governador de “fraco” e diz que as críticas fazem parte daquilo que há de pior na política, o “ciúme de político”.

O ex-deputado disse que Gladson Cameli teve um comportamento exemplar no combate à pandemia. “O governador poderia ter se vacinado por primeiro, alegando que estava na frente de combate à doença, como fizeram tantos governantes pelo mundo. Mas não. Ele preferiu esperar sua vez, para se vacinar, conforme os protocolos”, disse Diniz. “Tanto é que, por viver dentro de hospitais, dentro de aviões, em busca de ajuda para combater a doença, ele acabou se infectando”, acrescentou.

O secretário também elogiou o governo pela construção de dois hospitais de campanha, enquanto em outros estados os governadores preferiram alugar e improvisar hospitais com lona. “Quando veio a segunda onda da doença, após às eleições, esses hospitais estavam desmontados e a consequência foi mais pessoas contaminadas. No Acre, isso foi diferente porque o governador construiu hospitais em definitivo e não deixou faltar oxigênio”, lembrou.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.