15.3 C
Rio Branco
29 julho 2021 10:01 am

Policiais penais protestam por melhoria salarial em frente ao Palácio Rio Branco

Até o momento, o Governo ainda não apresentou propostas à categoria

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

Os policiais penais do Acre realizaram nesta quarta-feira (16) uma manifestação pacífica em frente ao Palácio Rio Branco e caminharam pelas ruas do Centro da cidade até à Casa Civil.

Os profissionais, que antes eram chamados de agentes penitenciários, e foram promovidos a policiais penais exigem do Governo do Estado um subsídio para que os auxílios recebidos – a saber: alimentação, risco de vida e de atividade penitenciária – sejam incorporados ao vencimento, que atualmente chega a R$ 1.300.

Policiais penais protestam em frente ao Palácio por melhoria salarial

“Temos esse direito garantido na Legislação e pedimos ao Governo do Estado que tome providências nesse sentido”, disse o presidente da Associação dos Servidores do Sistema Penitenciário do Acre (Asspen), Eden Azevedo.

“Por enquanto, as manifestações serão pacíficas e abertas ao diálogo, mas se não obtivermos uma resposta e um posicionamento do executivo, vamos paralisar os trabalhos nas unidades penitenciárias”, continuou.

Eden explicou que um agente que sofre um acidente e se afasta de suas atividades não recebe o salário com os auxílios, num montante que chega a mais de R$ 4 mil, mas apenas o valor do vencimento. “Queremos essa incorporação, que é um direito nosso”, finalizou.

Até o momento, o Governo ainda não apresentou propostas à categoria.

Policiais penais querem melhoria salarial.

Ao todo, no Acre, pelo menos 1044 policiais penais atuam na organizações das unidades penitenciárias.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.