18.3 C
Rio Branco
22 julho, 2021 8:36 am
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

População adulta de MS está 51,8% vacinada contra Covid

São 1.077.335 pessoas que tomaram parte da vacina contra o coronavirus.

POR LÚCIO BORGES ORTEGA - CORRESPONDENTE MS

CAMPO GRANDE (MS) – A população adulta de Mato Grosso do Sul está 51,8% vacinada contra Covid, com ao menos a primeira dose, conforme levantamento nacional que foi destaca nesta terça-feira (22). Isto significa que a cada dois sul-mato-grossenses adultos, um já tomou uma dose de imunizante. Os dados divulgados hoje, apontando que 1.077.335 tomaram parte da vacina contra o coronavirus.

Já com a segunda dose, são 405.021, o que corresponde a 19,5%, que já foram imunizados totalmente. E isto também faz de MS, como o único Estado que apresenta maior percentual de população alvo vacinada com a segunda dose.

Desde o começo da imunização no Brasil, o Estado sempre manteve desempenho excelente na vacinação contra a Covid-19, estando nas primeiras colocações no índice de imunização e liderando por semanas o ranking nacional.

O secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, comemora o resultado, que mostra trabalho de todos contra a Pandemia. “Temos trabalhado muito para ocuparmos esta posição e acredito que vamos ser o primeiro Estado do país a sair desta pandemia. Para que isto aconteça é preciso que os municípios continuem vacinando no sábado e no domingo. Assim, as vacinas que chegam em nosso Estado, queremos que a imunização aconteça na maior velocidade possível. É uma corrida que salva vidas”, avaliou.

Trabalho conjunto

Segundo Geraldo Resende, o trabalho qualificado tanto na distribuição como na vacinação da população do Estado “é fruto da parceria da SES (Secretaria Estadual de Saúde) com as secretarias municipais e prefeitos, neste trabalho em conjunto para imunização”.

A vacinação se iniciou assim que chegou o primeiro lote  ao Estado em 18 de janeiro, com 158,7 mil doses da Coronavac e desde então, a população já teve acesso a doses das vacinas Coronavac, AstraZeneca e Pfizer, que foram enviadas pelo Ministério da Saúde, dentro do Programa Nacional de Imunização (PNI) para Mato Grosso do Sul.
Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.