21.3 C
Rio Branco
23 junho, 2021 12:49 pm

Prefeitura realiza solenidade para receber Carreta do Hospital do Amor de Barretos

POR ASCOM

Na manhã desta terça-feira, 01, chegou ao município de Cruzeiro do Sul, a carreta do Hospital do Amor, de Barretos (SP), para atender as mulheres com exames de mamografia e PCCU. Com a chegada da carreta, foi realizada um encontro no estacionamento do Teatro dos Náuas, que contou com a presença das equipes de saúde do município. Também estiveram presentes, a primeira-dama Lurdinha Lima e o prefeito em exercício Henrique Afonso.

Antes mesmo da chegada da carreta, as equipes da Secretaria de saúde  fizeram o “Programa de Rastreamento do Câncer de Colo de Útero e Mama”, que é o cadastramento das mulheres que se enquadram nos critérios de inclusão (que tem a idade de 40 a 69 anos para a prevenção do câncer de mama e 25 a 64 anos no caso do câncer de colo de útero). Os atendimentos da Carreta do  Amor começam a partir desta quarta-feira, 02.

Daniel Lambertucci, Coordenador de Captação de Recursos no Juruá contou sobre o apoio da Prefeitura. “Nós fazemos a ponte com o Hospital e a Prefeitura realizou todo o cadastramento para que a carreta chegasse até aqui e isso vai ajudar a muitas mulheres,” disse ele.

Evento para receber Carreta do Hospital do Amor/Foto: ascom

A unidade é considerada um centro de referência nacional no tratamento de câncer e seus serviços são oferecidos 100% pelo Sistema Único de Saúde (SUS). “Essa carreta tem grande prestígio na prestação de serviços que realiza e estaremos dando nosso apoio para a realização de exame de em média 1600 mulheres,” pontuou o secretário de saúde Agnaldo Timóteo.

A unidade oferece todo o suporte em caso de tratamento como reforçou a coordenadora da saúde da mulher Mirla Sampaio. “Além do exame, em caso de ser necessário a continuidade do tratamento, a unidade irá oferecer o encaminhamento para outra cidade,” frisou ela.

Carreta do Hospital do Amor chega a Cruzeiro do Sul/Foto: ascom

O prefeito em exercício Henrique Afonso enfatizou sobre a viabilidade das mulheres estarem realizando esses exames. “Muitas mulheres não têm condições financeiras de realizar esses exames, e agora estão tendo essa oportunidade e a nossa gestão fica muito feliz em poder ver isso acontecendo,” finalizou Afonso.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.