25.3 C
Rio Branco
4 agosto 2021 9:19 pm

Quem é o ‘serial killer de Brasília’, onde ele está e quais crimes cometeu

Transmissão comunitária alta, sistemas de saúde fragilizados, poucas intervenções de controle da pandemia são alguns fatores que podem aumentar óbitos

POR NE10

Policiais de Goiás e do Distrito Federal seguem em busca do principal suspeito de assassinar ma família inteira no DF. Identificado como “serial killer de Brasília”, Lázaro Barbosa de Souza, de 32 anos, tem uma ficha criminal extensa.

Segundo a Polícia Civil de Goiás, ele foi indiciado em inquérito policial da Delegacia de Polícia (DP) de Santo Antônio do Descoberto pelo crime de roubo mediante restrição da liberdade das vítimas e emprego de arma branca e por tentativa de latrocínio.

 

>> Serial killer de Brasília: homem é suspeito de matar 4 pessoas e foge da polícia há 7 dias; fuga já teve tiroteios e refém

>> Vídeo: câmera de segurança flagra “serial killer de Brasília” dentro de fazenda em Goiás

 

O crime ocorreu entre a noite de 08/04/2020 e 09/04/2020, na região conhecida como “Antinha de Baixo”, Zona Rural de Santo Antônio. Lázaro invadiu uma chácara onde estavam quatro idosos. Durante o roubo, além de agredi-los fisicamente, subtraiu alguns bens, como celulares que foram depois recuperados pela PCGO. Durante o roubo, Lázaro desferiu um golpe de machado contra uma das vítimas, atingindo-a na cabeça. A vítima até hoje possui sequelas das agressões.

Quem é o serial killer de Brasília?

Lázaro Barbosa de Souza tem 32 anos e nasceu em Barra do Mendes, na Bahia. Seus primeiros assassinatos ocorreram quando ele ainda tinha 19 anos de idade, segundo o jornal Correio. Sua ficha criminal inclui ainda estupro, roubo, latrocínio e porte ilegal de arma de fogo.

Em 2007, Lázaro matou dois homens que tentavam proteger uma garota que ele perseguia por estar supostamente “apaixonado” por ela. Após o crime, ele fugiu se escondendo pelas matas e grutas da região durante 15 dias. A caçada só chegou ao fim após o criminoso se entregar para a polícia.

Segundo o laudo criminológico divulgado pelo portal G1, o Lázaro tem uma personalidade agressiva, “ausência de mecanismos de controle, dependência emocional, impulsividade, instabilidade emocional, possibilidade de ruptura do
equilíbrio, preocupações sexuais e sentimentos de angústia”.

De acordo com as autoridades, o “serial killer” tem total consciência de suas atitudes, o que o enquadra no perfil de assassino em série. “Percebe-se que todos os crimes cometidos estão diretamente relacionados à dependência química, fato do qual o periciando não tem autocontrole, haja vista uso abusivo de bebida alcoólica antes de sua reclusão e vício no crack após a prisão”.

 

>> Veja quem foi o maior serial killer da história, acusado de matar mais de 90 pessoas

>> O que é serial killer? Entenda a expressão, que voltou à tona após caso em Brasília

 

Assassinato de família

Há sete dias, Lázaro Barbosa Souza, de 33 anos, é buscado por ser o principal suspeito de matar quatro pessoas de uma mesma família, na última quarta-feira (9).

Tudo começou na quarta-feira, quando um empresário da região e dois filhos dele foram encontrados mortos dentro de uma chácara na cidade de Ceilândia, no DF. As vítimas foram identificadas como Cláudio Vidal de Oliveira, de 48 anos, Carlos Eduardo Marques Vidal, 15, e Gustavo Marques Vidal, 21.

A esposa de Cláudio e mãe dos meninos, Cleonice Marques, 43 anos, foi sequestrada e o corpo dela foi encontrado dias depois, na tarde do último sábado. O corpo dela estava próximo a um córrego, apresentava diversos cortes e estava nu. No mesmo dia, o criminoso baleou três homens durante sua fuga.

Vídeo

Câmeras de segurança de uma fazenda localizada no povoado de Edilândia, no interior de Goiás, flagraram, na manhã desta terça-feira (15), Lázaro Barbosa.

Ao que tudo indica, Lázaro estava dormido dentro de uma leiteria. Os donos do local chegaram e encontraram o homem, que prometeu não fazer mal a ninguém e disse que só queria se alimentar. O suspeito ficou desconfiado de que o caseiro chamaria ajuda, e acabou fugindo novamente. Ele carregava uma mochila junto ao corpo.

Veja:

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.