23.3 C
Rio Branco
2 agosto 2021 9:52 pm

Rio Branco lidera o ranking nacional de carne bovina mais cara do país, aponta IPCA

A alta acumulada nos últimos 12 meses no preço da carne bovina é de 59,27%

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

Segundo dados do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor – Amplo), em Rio Branco, a alta acumulada nos últimos 12 meses no preço da carne bovina é de 59,27%, os indicadores foram divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), na última quinta-feira (9).

A média nacional no mesmo período é de 38%, de acordo com os mesmos indicadores. O lugar do Brasil com a maior alta no pereço, atrás apenas de Rio Branco, é a Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ali o avanço no preço é de 43,88% no mesmo período. A capital acreana apresenta praticamente o dobro da média nacional em relação ao produto.

No mês de maio, o preço da carne registrou alta média de 2,24% no país e teve o quarto maior impacto individual (0,07 ponto percentual) sobre o indicador do período, atrás da conta de luz (0,23 p.p.), da gasolina (0,17 p.p.) e do etanol (0,1 p.p.), diz o IBGE.

No ano, o produto acumula aumento de 5,86% Entre os motivos para essa disparada nos preços, segundo o IBGE, está o dólar caro —atualmente negociado acima de R$ 5— e o aumento nas exportações, o que diminui a oferta de carnes no país. O dólar alto encarece os custos com matéria-prima, principalmente o milho e a soja usados na alimentação dos animais. Os produtores desses insumos também têm preferido exportar, diminuindo a oferta no país e elevando seus preços no mercado interno.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.